Especial Esportes

Medina é o maior destaque individual do esporte brasileiro em 2018

  • Gabriel Medina começou no circuito mundial em 2008, disputando o QS, divisão de classificação para a elite do surfe mundial, que começou a disputar em 2012. Medina tem 24 anos (completa 25, dia 22), tem 1,80 de altura, pesa 77 quilos, é natural de São Sebastião. Foi campeão mundial em 2014. É bicampeão em 2018. É o único brasileiro bicampeão Mundial de Surfe. Medina faturou cerca de R$ 2 milhões em 2018, apenas na disputa das etapas do mundial. Está sendo considerado o maior destaque do esporte brasileiro em 2018.

O empenho e dedicação de Medina e, é claro de toda a família, levaram o surfista ao título, valorizando o esporte brasileiro e o país. A luta de Medina pelo título de Pipeline e o bi-campeonato mundial beneficiou muito São Sebastião e o Litoral Norte como um todo. A “mídia” que gerou, gratuitamente, difundirá ainda mais São Sebastião e de bandeja toda a região, principalmente para o turista que gosta de belas praias e de pegar uma onda.

O mundo inteiro, principalmente, jornalistas esportivos e, o público do esporte, acompanhou a etapa de Pipeline e boa parte do circuito mundial de 2018. Além da Tv, das rádios, dos jornais e revistas impressos, as redes sociais espalharam “mundo afora” Maresias, São Sebastião, Litoral Norte de São Paulo, é claro, através de Medina e do seu instituto GM, que prepara e forma surfistas e cidadãos melhores e mais preparados. Na “cola” de Medina todo mundo sai ganhando. Parabéns Bi-Campeão!!! Por tudo de bom que representa para a nossa região. Sucesso sempre…

Campanha no Mundial 2018 colocação Pontos Vencedor
Quiksilver Pro Gold Coast 13th 1,665 Mikey Wright
Rip Curl Pro Bells Beach 3rd 6,085 Italo Ferreira
Oi Rio Pro 5th 4,745 Wade Carmichael
Corona Bali Protected 9th 3,700 Jordy Smith
Uluwatu CT 5th 4,745 Mikey Wright
Corona Open J-Bay – Men’s 5th 4,745 Filipe Toledo
Tahiti Pro Teahupo’o 1st 10,000 Medina
Surf Ranch Pro 1st 10,000 Medina
Quiksilver Pro France 3rd 6,085 Julian Wilson
MEO Rip Curl Pro Portugal 3rd 6,085 Italo Ferreira
Billabong Pipe Masters 1st 10,000 Medina

Campanha em Pipeline-Havaí

 

1-    4º Round:Vitória sobre o havaiano Bianj Brand e o australiano Connor o’Leary. Medina somou 13.06 na bateria

 

2-    Vitória sobre o havaiano Seth Moniz. Medina somou 14.30.

 

3-    Vitória sobre o havaiano Sebastian Zeith e o polinésio Michel Bourez. Medina obteve nota 16.90

 

4- Quartas de Final: Vitória sobre o australiano Conner Coffin. Medina somou  19.43

 

5-  Semifinais: Vitória sobre o sul-africano Jordy Smith com nota 16.27

 

6-   Final: Vitória sobre o australiano Julian Wilson com nota 18.34

 

 

 

Classificação nos Mundiais

 

 

Ano/ Colocação/Pontuação/ Etapas/ Baterias/ Melhores Notas

2018 1 62,490 11 47 19.43
2017 2 53,700 11 49 19.00
2016 3 45,450 11 45 19.40
2015 3 51,600 11 48 19.83
2014 1 62,800 11 51 19.20
2013 14 25,000 10 31 18.67
2012 7 41,350 10 41 18.50
2011 12 28,700 6 25 19.57

 

Pontuação em 2018

Medina             62,490

 

Faturamento nas etapas em 2018

US$ 473.200 (só nos torneios, sem contar patrocínio e publicidade)

 

Mundial 2019 *As três primeiras etapas

 

3 a 13 de abril                      Gold Coast- Austrália (2018 quem venceu foi Julian Wilson)

17 a 27 de abril                    Bells Beach-Austrália (2018 quem venceu foi Ítalo Ferreira)

13 a 24 de maio                   Keramas-Bali –Indonésia (2018 quem venceu foi Ítalo Ferreira)

 

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: