Esportes Ilhabela

Ilhabela: Campeonato brasileiro de Optimist teve recorde de participantes

Chegou ao fim em Ilhabela o 47º Campeonato Brasileiro da classe Optimist. Com a Escola de Vela Lars Grael como sede, o evento teve recorde de participantes, 220 no total, entre os estreantes e os veteranos, de nove estados e do Chile. Gustavo Glimm, do Veleiros do Sul, e Gabriela Vassel, da flotilha Borrachudo, de Ilhabela, garantiram o título geral e feminino respectivamente por antecipação e nem precisariam velejar, mas ainda assim foram para a água.

“Foi uma grande experiência para nós da Escola de Vela receber um campeonato com tanta gente. Tivemos que preparar a nossa sede com alojamento, espaço para os barcos e velas e a equipe trabalhou dia e noite para que tudo desse certo. Competimos com 12 atletas e conseguimos colocar quatro entre os 20 primeiros, incluindo o título feminino, um resultado excelente se comparado ao ano passado. Contratamos o Alexandre Paradeda como técnico e com certeza estamos no caminho certo para levar a flotilha para frente!”, disso Ivo Leite, diretor da Escola de Vela Lars Grael.

Apesar dos vencedores já estarem definidos, ainda estavam em jogo 15 vagas para o Campeonato Sul-Americano, que será disputado em Algarrobo, no Chile, em abril. As vagas são distribuídas para os 11 primeiros meninos e para as quatro primeiras meninas. O evento serviu também como primeira etapa da seletiva para o Mundial, Europeu e Norte-Americano. A segunda etapa será realizada em Vitória, em fevereiro.

Resultados:

Veteranos

  1. Gustavo Glimm, VDS, 44 pontos perdidos (pp)
  2. Bernardo Martins, ICRJ, 64 pp
  3. Erick Carpes, 67 pp
  4. Gabriela Vassel, Ilhabela, 79 pp
  5. Miguel Machado, ICES, 92 pp

Feminino:

  1. Gabriela Vassel, Ilhabela, 79 pontos perdidos (pp)

Infantil:

  1. Miguel Machado, ICES, 92 pp

Mirim:

  1. Vitória Lima, ICB, 457 pp

O evento movimentou ainda mais a ilha neste início de ano, com a presença não só dos velejadores, mas também dos pais e dos técnicos, que se hospedaram na região do Pequeá, em hotéis e casas alugadas. Por dia, cerca de 500 pessoas passaram pela Escola nos dez dias de competição. Foram gerados 55 empregos diretos, entre os funcionários da escola, as pessoas responsáveis pelas regatas em água (comissão de regata, juízes e botes de apoio), pessoal da cozinha e apoio de terra.

“A organização de um campeonato como este é uma loucura. Ilhabela no verão é uma cidade bem cheia, então é um fator que dificulta um pouco, mas o evento superou minhas expectativas. Tivemos uma quantidade de barcos muito maior do que esperávamos, estávamos contando com no máximo 200 velejadores e chegamos em 220. Mas, temos um super apoio da Prefeitura e dos funcionários da Escola de Vela Lars Grael, então deu tudo certo”, disse Cuca Sodré, presidente da Comissão de Regatas.

O 47º Brasileiro de Optimist teve outros dois eventos em paralelo: a Copa Brasil de Estreantes, vencida por Erik Scheidt, filho de Robert Scheidt, e o Campeonato Brasileiro por Equipes, vencido pela equipe Rio de Janeiro 1, do Iate Clube do Rio de Janeiro, ambos encerrados no dia 11.

Os resultados podem ser vistos no aplicativo APVela (disponível para Android e iOS). As fotos estão disponíveis na fanpage da Fevesp no Facebook.

O 47º Campeonato Brasileiro tem a realização da Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, organização da Fevesp, Escola de Vela Lars Grael e Mídia Certa Ilhabela Brasil e apoio Institucional CBVela e ABCO.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: