Estradas Litoral Norte

Estradas apresentam lentidão no retorno do feriado de Réveillon

Tamoios em seu trecho de planalto

O retorno do feriado de Réveillon já provoca movimento intenso nas rodovias de toda a região. As rodovias Tamoios, Oswaldo Cruz e Rio-Santos estão com trechos congestionados e os motoristas devem ter muita paciência no retorno às suas cidades de origem. Tudo indica que o movimento nas estradas deve crescer ainda mais no final da tarde desta terça(1º).

Tamoios

A estrada que liga Caraguá à São José tem lentidão no trecho de serra e congestionamento no trevo de entrada de Caraguá, que recebe veículos que chegam de São Sebastião e Ubatuba. No trecho de planalto, o tráfego está fluindo bem, por enquanto.

Oswaldo Cruz

A estrada que liga Ubatuba à Taubaté tem congestionamento entre o trevo da cidade até o final de seu trecho de serra.  Após a serra, o tráfego de veículos é intenso, mas flui bem.

Rio-Santos

A estrada que interliga as cidades do Litoral Norte desde o início da manhã tem trânsito muito intenso devido ao retorno dos milhares de turistas que vieram curtir o Réveillon na região.

O motorista enfrenta lentidão, praticamente, em todo o trecho. Os locais mais complicados são: o trecho do Itaguá até a Maranduba, em Ubatuba; o trecho entre o Massaguaçu e o centro de Caraguá; o trecho entre o centro de São Sebastião e o trevo de entrada de Caraguá; e, na costa sul, ao longo das praias de Boiçucanga, Maresias e Boracéia.

Balsa

Sete balsas estão operando nesse momento na travessia entre Ilhabela e São Sebastião. A travessia da ilha para o continente tem espera de uma hora, mas devido ao excesso de veículos, que devem deixar a ilha ao longo do dia, a espera poderá ser maior, principalmente, a partir do final da tarde desta terça. A travessia entre São Sebastião e Ilhabela tem espera de meia hora.

 

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: