Finados mar Ubatuba

Ubatuba: Pescador morre de infarto após barco virar na Praia da Almada

Praia Prumirim, que fica próximo a Almada

O turista I.J.M, de 69 anos,da cidade de Santo André, faleceu no início da tarde desta quinta(15), após o barco em que estava pescando “virou” entre a Praia da Almada e a Ilha dos Médicos, na região Norte de Ubatuba.

I.J.M pescava com um amigo de Guarulhos, quando o barco virou por volta das 13H50 da tarde de hoje. O GBmar(Grupamento de Bombeiros Marítimos) ajudou a retirar os dois homens do mar.

O turista de Santo André recebeu atendimento por parte do GBmar, mas não resistiu e acabou falecendo. O outro turista sobreviveu e passa bem.

Segundo informou o GBmar, a vítima não apresentava, aparentemente, sinais de afogamento, mas como era cardíaca, a parada cardio-respiratória pode ter sido a causa da morte dele. A suspeita é que o turista tenha sido vítima de um infarto, provocado durante a tentativa de se salvar, após o barco ter virado no mar.

O corpo de I.J.M. foi encaminhado ao IML(Instituto Médico Legal) de Ubatuba, onde será apurada a causa de sua morte.

5 Comentários

  • Quem tirou ele do mar não foi o bombeiro…eu estava na praia, foi um outro barco de passeio, todos correram na praia para pedir ajudar se tinha médico ou enfermeiro para primeiro socorros, demorou quase 5 minutos com ele desacordado na praia até começar atendimento, os bombeiros chegaram após todos já terem dado como certo o falecimento…os bombeiros. Chegaram após 40 minutos e não tinha nenhum salva vidas na praia da Almada no momento.

  • A praia é maravilhosa..mas não tem estrutura para atendimento médico..sem desfibrilador …sem ninguém treinando para primeiros socorros….sem salva vidas ..não sei se isso teria mudado o final da situação, mas fica a dúvida. Absurdo uma praia com uma linda estrutura…20 reais para estacionar um carro não existe salva vidas ? Sem equipamentos para primeiros socorros…os próprios turistas prestarem atendimento… A prefeitura precisa talvez rever a estrutura médica ou equipamentos para existir na praia imaginando estas situações..afogamentos, parada respiratória…etc… O local é difícil acesso para turistas e chegada de equipe médica..concentra muitos turistas com inúmeras possibilidades de urgência médica… Infelizmente um turista e foi, o sentimento de tristeza, mas meus parabéns aos dois turistas que prestaram atendimento da melhor forma possível e todo carinho, mas isso deveria ser feito pelo governo/prefeitura e de forma mais equipada e ágil…

  • Realmente foi isso mesmo que aconteceu. Eu estava lá e presenciei tudo isso. Quando os resgatistas chegaram já fazia quase 1 hora que o senhor já tinha sido dado como morto. Já estava coberto para manter o respeito. Foi horrível. Nós só podíamos orar pra Deus fazer um milagre porque não tinha mais o que fazer. Estou em choque. Muito triste.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.