Caraguatatuba Geral

Caraguá: Paróquia de Santo Antônio será elevada à Santuário Diocesano nesta quinta(13)

Amanhã, quinta(13), será um dia muito especial para os moradores de Caraguatatuba. No dia em que se comemora o Dia de Santo Antônio, santo padroeiro da cidade, a Paróquia de Santo Antônio de Caraguatatuba será elevada à Santuário Diocesano.

O Ato Cívico marca o início da Celebração às 8h, em frente ao Santuário, na Praça Cândido Moto, no centro. às 9 horas, haverá uma Santa Missa presidida pelo Bispo Diocesano, Dom José Carlos Chacorowski, concelebrada pelo Padre Beto, com a presença de autoridades eclesiais e civis. Além da Elevação, a cerimônia contará com a dedicação da Igreja e do altar.

Às 18 horas, haverá missa e procissão em homenagem ao padroeiro e, em seguida, a benção dos pães e bolo de Santo Antônio. No interior do Santuário e na praça Cândido Mota terá a festa social, com comidas e bebidas típicas e o tradicional bingo com o sorteio de R$ 13 mil como prêmio principal.

Santuário

Nesta quinta(13), os moradores poderão conferir o resultado das obras de adequação da Igreja, como a cúpula, símbolo que conecta o fiel a Deus e o altar-mor, que foi adaptado com uma rampa de acesso e um novo Relicário para expor de forma permanente a Relíquia de primeiro grau de Santo Antônio (um pedaço do osso do santo), além dos vitrais doados por famílias devotas. Estará de volta à cidade ainda, a imagem secular de Santo Antônio, totalmente restaurada, com resgate de suas características originais. À noite, além da Missa e Procissão em honra ao Padroeiro, está programada também a inauguração da iluminação da Cúpula.

400 anos de História

De acordo com informações levantadas em Livros Tombos Paroquiais, a Vila de Santo Antônio de Caraguatatuba começou a se formar nos idos de 1600. Também nesta época, uma epidemia, provavelmente de varíola, dizimou boa parte dos moradores. Desanimado, o restante do povo mudou-se para Ubatuba, levando consigo o Cartório e lá elevaram uma nova Freguesia.

 Alguns anos depois, estabeleceram-se novamente na região e pela Lei Provincial nº. 18 de 16 de março de 1847, a Vila de Santo Antônio de Caraguatatuba foi reconhecida Freguesia, pertencendo ao Termo de São Sebastião. Por outra Lei Provincial nº. 30 de 20 de abril de 1857, foi elevada à categoria de Município, “distando quatro léguas de São Sebastião, e oito léguas de Ubatuba”.

Desde a sua instalação, a Igreja Matriz Santo Antônio de Caraguatatuba teve um forte envolvimento participativo direto na construção e história da cidade, como na criação do Cemitério Municipal, Santa Casa de Misericórdia “Casa de Saúde Stella Maris”, Asilo Vila Vicentina, Fórum, Asilo Santo Antônio (hoje Pró+Vida) e na construção de muitas Capelas. Após a Catástrofe de 67, com a reconstrução do município, a Igreja Católica também cresceu junto à sua gente.  Como mãe, a Paróquia Santo Antônio gerou as Paróquias São João Batista em 1983, no Bairro Poiares e Igreja Divino Espírito Santo, elevada à Catedral, com a criação da Diocese de Caraguatatuba em 1º de maio de 1999.

%d blogueiros gostam disto: