Caraguatatuba Geral

Caraguá: Vacinação contra a gripe Influenza vai até o dia 30

Desde o dia 10/04, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Caraguatatuba estão com salas de vacina abertas, segundo cronograma de cada unidade, para a realização da Campanha contra Influenza. A ação segue até o dia 30/05 e já imunizou 24.849 pessoas, o equivalente a 76,59% do público alvo.

Além de estar aberta para a categoria dos professores, a campanha também já incluiu os policiais dentro do grupo prioritário. Até a última quinta-feira (16/05), foram vacinadas 6.136 crianças, 809 gestantes; 247 puérperas; 11.057 idosos; 2.390 trabalhadores de Saúde; 31 policiais; 1.029 professores; 3.150 pessoas com comorbidades; gerando um total de 8.600 doses.

Desde o dia 22/04, o grupo B já é vacinado junto aos representantes do grupo A. Dentro do grupo B, estão idosos (60 anos ou mais de idade); trabalhadores de saúde; professores de escolas públicas e privadas, policiais e grupos de doentes crônicos.

Em 2019, a estratégia de imunização é realizada considerando momentos específicos para mobilizar a população. No período de 10 a 19/04, foi a vez do grupo A (crianças de seis meses até cinco anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas  –  até 45 dias após o parto.

A meta da campanha é vacinar 90% do público alvo. A imunização contra influenza é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações.

Segundo a Secretaria de Saúde de Caraguatatuba, o objetivo da ação é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza nos grupos A e B e atualizar a situação vacinal de crianças, gestantes e puérperas.

Grupos prioritários para a vacinação contra influenza

✔ Crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias)

✔ Gestantes: em qualquer idade gestacional.

✔ Puérperas: todas as mulheres no período até 45 dias após o parto estão incluídas no grupo alvo de vacinação. Para isso, deverão apresentar documento que comprove a gestação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) durante o período de vacinação;

✔ Trabalhador de Saúde: todos os trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade;

✔ Professores: todos os professores das escolas públicas e privadas;

✔ Povos indígenas: toda população indígena, a partir dos seis meses de idade;

✔ Indivíduos com 60 anos ou mais de idade deverão receber a vacina influenza, apresentando documento que comprove a idade;

✔ Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: