Geral Segurança Pública

Caraguatatuba continua sendo a cidade mais insegura da região

Caraguá, foi quem mais recebeu repasses do estado. Foto: Cláudio Gomes-PMC

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública informam que o Estado de São Paulo terminou o mês de outubro com queda nos latrocínios e em todas as modalidades de roubos e furtos. Os números de vítimas de homicídios dolosos e de latrocínio também reduziram e a quantidade de prisões realizadas pelas polícias paulistas aumentou.

No período foram registradas 18 ocorrências de vítimas de roubos seguidos de morte, contra 27 casos com 28 vítimas no ano anterior. Ou seja, uma queda de nove ocorrências e 10 vítimas. O resultado do indicador de latrocínios é o menor da série histórica, desde 2010.

Vale e Litoral Norte

Segundo o estado, os dados  comprovam que a região do Vale do Paraíba e Litoral Norte terminou outubro com redução nos casos e vítimas de homicídios dolosos e zerou os indicadores de latrocínio. Todas as modalidades de furtos, além dos roubos em geral, de veículos e a banco também diminuíram. As extorsões mediante sequestro permaneceram zeradas.

Os casos de mortes intencionais caíram de 25 para 24, se comparados o décimo mês de 2018 e de 2019. O número de vítimas deste crime também reduziu – passando de 27 para 24. Os resultados são os segundos menores da série histórica, iniciada no ano de 2001.

Litoral Norte

No mês de outubro foram registradas seis mortes na região, Entre janeiro e outubro foram 51 mortes, 24 delas em Caraguatatuba, 17 em Ubatuba, 9 em São Sebastião e uma em Ilhabela.

Ao longo deste ano foram registrados dois latrocínios- roubo seguido de morte, ambos registrados em Caraguatatuba.

Nos dez primeiros meses do ano foram 137 estupros, sendo 65 em Caraguatatuba, 39 em Ubatuba, 28 em São Sebastião e cinco em Ilhabela.

No mesmo período foram 850 roubos, 396 em Caraguatatuba, 270 em Ubatuba, 162 em São Sebastião e 22 em Ilhabela.

Em dez meses foram 3.827 furtos, sendo 1.440 deles, em Caraguatatuba; 1.125 em Ubatuba; 822 em São Sebastião; e, 440 em Ilhabela.

Entre janeiro e outubro foram roubados 49 veículos na região, 40 deles ocorreram em Caraguatatuba, sete em Ubatuba e dois em São Sebastião.

Os números indicam que Caraguatatuba continua sendo a cidade mais insegura e violenta do Litoral Norte. Ubatuba vem em segundo.

No ano passado, 2018, a região registrou 52 homicídios. Em dez meses neste ano foram 51. No ano passado foram cinco latrocínios, entre janeiro e outubro deste ano foram dois.

 

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: