Geral Litoral Norte

Cerca de 4.645 raios caíram no litoral nesta quinta(7). Seis pessoas ficaram feridas no Guarujá

A queda de um raio feriu seis pessoas nesta quinta(7), no Guarujá. Elas estavam em uma marina, no complexo Industrial Naval do Guarujá, quando o raio caiu.

As vítimas eram funcionários da marina e estavam na sala de controle de embarcações quando ocorreu a descarga elétrica.

Quatro vítimas foram atendidas no UPA( Unidade de Pronto Atendimento) do Guarujá e as outras duas, no Hospital Santo Amaro. Nenhuma delas corre risco de morte.

O raio, que atingiu as seis pessoas, caiu durante uma tempestade ocorrida por volta das 16 horas desta quinta.

Segundo o Elat(Grupo de Eletricidade Atmosférica) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais(INPE), cerca de 4.565 raios caíram no litoral paulista durante a tempestade de ontem, que também atingiu as cidades do Litoral Norte.

No Litoral Norte, não houve ocorrência, ontem, de pessoas atingidas ou feridas por raios. No dia 20 de janeiro, em Ilhabela, dois jovens foram atingidos por uma descarga elétrica quando acampavam no Pico do Baepi, um dos jovens, de 17 anos, morreu ao ser atingido pela descarga elétrica.

Litoral Norte

Aqui no Litoral Norte tem se registrado mortes por raio, principalmente, nos meses de verão, período em que a incidências de raios é maior na região. A região já registrou cinco mortes por raios. A última delas, em 20 de janeiro, deste ano, em Ilhabela, a vítima foi um jovem de 17 anos, de Campinas.

Bombeiros durante o resgate do corpo do jovem, de 17 anos, atingido por um raio em Ilhabela

Em janeiro de 1998, a adolescente Natalie Cafaffo Domingues, de 12 anos, morreu após ser atingida por um raio na praia de Boracéia, a 60 quilômetros do centro de São Sebastião. Ela chegou a ser levada ao pronto-socorro de Bertioga (SP), mas chegou morta.

Em fevereiro de 2001, o surfista Victor Hugo de Souza, 14 anos, morreu após ter sido atingido por um raio, na praia de Itamambuca, costa norte de Ubatuba.

Em janeiro de 2009, na Fazenda Serramar, em Caraguá, um raio atingiu dois trabalhadores da fazenda, durante um temporal. Otílio Pereira da Silva, de 55 anos, sobreviveu, mas seu colega Vanderley Oliveira, de 36 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Em 2015, no dia 2 de fevereiro, o lavrador Flávio César Alves de Carvalho, de 44 anos, de Ubatuba, morreu atingido por um raio. Ele trabalhava em uma fazenda do bairro Monte Valério, em Ubatuba e foi atingido por uma descarga elétrica, quando caminhava no meio do mato. O corpo dele foi encontrado no dia seguinte, com diversas queimaduras pelo corpo. O  IML(Instituto Médico Legal) apurou que Flávio morreu devido a uma parada cardiorrespiratória causada por uma ação de agente físico eletrocussão.

Veja algumas dicas para se proteger de raios no Litoral Norte:

-Entre num carro com capota de metal e ali permaneça. Os pneus do carro funcionam como isolantes.

-Evite lugares  descampados (praias,  campos de futebol etc).

-Os raios normalmente procuram pontos mais altos e, nesses lugares, sua cabeça pode ser o alvo.

-Se estiver em campo aberto, permaneça agachado. Não se deite no solo, pois a terra úmida é condutora de eletricidade.

-Se estiver dentro da água, saia. Não permaneça na praia.

-Se estiver em campo aberto, permaneça agachado. Não se deite no solo, pois a terra úmida é condutora de eletricidade.

-Nas tempestades, evite o mar e as piscinas. Não utilize o celular ou qualquer aparelho de radiocomunicação durante uma tempestade.

-Fique longe de torneiras e canos, pois quaisquer desses objetos podem conduzir eletricidade. Não use o telefone, exceto em caso de emergência.

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.