Geral Litoral Norte

Contornos: Estado tenta agilizar a retomada das obras

Em entrevista concedida nesta terça(22) para jornalistas convidados no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria comentou sobre assuntos relacionados ao Litoral Norte.

Doria adiantou que a privatização do porto de São Sebastião e a duplicação da Rodovia Rio-Santos, estão sendo negociados com a União.

“Já negociamos com o governo federal a duplicação da Rio Santos, o que é um enorme alívio e um anseio de três décadas, para facilitar não só o turismo na região como também transporte de cargas e mercadoria ao porto de São Sebastião”, comentou Doria.

O secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Neto, comentou sobre as recentes chuvas que atingiram a região, que provocaram as interdições das rodovias Rio-Santos, no km 118 em São Sebastião e da SP-131, em Ilhabela.

Segundo ele, a quantidade de chuva nos últimos dias foi acima de qualquer média histórica na região. “Os trechos interditados, são áreas de alta instabilidade. Já  iniciamos as obras para estabilização dos taludes”, comentou.

Octaviano também comentou sobre as obras dos contornos Norte e Sul da rodovia dos Tamoios, paralisadas desde o ano passado. O Estado, em janeiro, rescindiu os contratos com as construtoras.

Segundo ele, a Procuradoria do Estado está viabilizando a continuidade das obras. Octaviano informou que além das obras dos contornos também estão paradas as obras do metro, na capital e do Rodoanel.

“Tivemos uma reunião essa semana e estamos tratando agora a formatação da retomada imediata das obras, entre elas, do contorno da Tamoios, que é uma alternativa para melhor qualidade da região, principalmente para acesso também ao porto de São Sebastião. Em breve vamos anunciar isso”, afirmou Octaviano Neto. Ele adiantou que até o próximo dia 30 deverá ter novidades sobre a retomada das obras paralisadas.

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: