Caraguatatuba Geral

Entre os adultos em situação de rua, abordados pela Prefeitura de Caraguá, sete eram foragidos da justiça

A equipe de abordagem social da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania de Caraguatatuba localizou sete foragidos da justiça em meio as pessoas em situação de rua que vivem perambulando pelas praças e comércios da cidade.

Tem crescido muito a presença de andarilhos nas ruas da cidade. Eles ocupam marquises de varanda de comércios e até invadem casas de veraneio para se alojarem. A Policia Militar tem feito patrulhamento na orla e na região comercial, também, localizando foragidos da justiça nessas ações.

Na semana passada, das cinco pessoas em situação de rua, localizadas na varanda de um comércio desativado, dois eram foragidos da justiça, segundo informou a PM. Os moradores de rua sem problemas com a justiça são encaminhados pela PM aos cuidados da prefeitura.

Segundo a prefeitura, desde o início deste ano foram realizadas quase 1,5 mil abordagens sociais. Somente no mês junho foram 196 e até o dia de hoje, a equipe abordou 86 pessoas, a maioria de outras cidades.

Desde o início da temporada de inverno, duas entidades sociais conveniadas com a Prefeitura de Caraguatatuba acolhem e realizam o acompanhamento técnico das pessoas em situação de rua. As instituições contam atualmente com 63 pessoas acolhidas.

Em São Sebastião, a Prefeitura esclarece que há um chamamento público para o Serviço de Abordagem de Rua em fase de finalização e que, atualmente, demandas e atendimentos são feitos pela equipe do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) em ações planejadas. O CREAS realiza diariamente no equipamento atendimento social e psicológico, com fornecimento de refeições, roupas, espaço para banho e passagens para aqueles que desejam retornar ao vínculo familiar.
Campanha

Devido à baixa temperatura registrada nos últimos dias, a Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, intensificou a Campanha “Não dê esmola, dê futuro”,  destinada ao atendimento da população adulta em situação de rua.

O secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania, Jonas Fontes, explica que a ação preventiva inicia muito antes do frio intenso. “O objetivo não é dar apenas o acolhimento, mas também, respeitar as condições de dignidade dos usuários, fortalecer os vínculos sociais, familiares e comunitários”, contou.

A Prefeitura de Caraguatatuba ainda informa que a melhor forma de ajudar as pessoas em situação de rua é acionar a equipe de Abordagem Social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) ou da Casa do Caminho.

O serviço de abordagem é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 23h, e aos sábados, domingos e feriados em horários alternados (manhã/tarde). Durante o atendimento, os profissionais ofertam os serviços de acolhimento provisório, acompanhamento psicossocial, alimentação e retorno à cidade de origem, se necessário.

Caso seja identificada alguma necessidade de cuidados de saúde, imediatamente a equipe acompanha o morador de rua até a UPA para avaliação médica.

“Vale ressaltar que no segundo semestre de 2018 foi celebrada a parceria com mais uma entidade social ofertando mais 30 vagas de acolhimento”, acrescentou Jonas Fontes.

O prefeito Aguilar Junior destaca que o trabalho visa tratar de maneira diferente a população adulta em situação de rua. “É preciso cuidar, acolher, entender e dar dignidade a essas pessoas, para que sejam reinseridas na sociedade e saiam desta situação”.

Serviço:

Casa do Caminho

Rua Banco Itaú, 202 – Porto Novo

Telefone: (12) 3887 – 6287

 

Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS

Rua Senador Feijó, 165 – Jardim Aruan

Telefone: (12) 3882 – 5236

%d blogueiros gostam disto: