Brasil Geral

Feira de hospitalidade debate a liberação dos cassinos no Brasil e lança Selo de Acessibilidade Digital para a Hotelaria e Turismo

Com a expectativa de gerar negócios em torno de R$ 1 bilhão, feira de hospitalidade debate a liberação dos cassinos no Brasil e lança Selo de Acessibilidade Digital para a Hotelaria e Turismo.
A Hospitality Business Fair 2019 reunirá 100 expositores numa área de 10 mil m2 do Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte, em São Paulo, onde acontecerá também o Ciclo de Palestras, com 12 especialistas debatendo os temas mais relevantes para o mercado, e a Arena Gastronômica, com Aulas-Show de chefs de vários países e pratos harmonizados pela equipe de Sommeliers do Movimento Vinhos sem Fronteiras.
A abertura oficial do evento será na próxima quarta-feira, dia 25 de setembro, às 13h30, e contará com a presença das maiores autoridades do setor, como:  Vinícius Renê Lummertz Silva, ex-ministro do Turismo do Brasil e atual secretário estadual do Turismo; Orlando Faria, secretário municipal do Turismo; Nelson de Abreu Pinto, presidente da CNTur- Confederação Nacional do Turismo; Bruno Omori, presidente da Abih-SP (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis; Marcelo Vital Brazil, presidente da ABFHRS-Associação Brasileira dos Fornecedores para Hotéis, Restaurantes e Similares.. (confira a lista completa)
Acesse o link com o cronograma da Arena Gastronômica:
Às 15h, o secretário Cid Torquato, da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência –SP, fará o lançamento oficial do “Selo de Acessibilidade Digital para Hotelaria e Turismo”.
DADOS DO SETOR:
– A feira acontece num momento estratégico para os fornecedores do mercado hospitalidade, tendo em vista as previsões do Fohb-Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil de que até 2022 serão inaugurados 123 hotéis, incrementando o total de 18.698 unidades habitacionais à rede hoteleira.  (confira artigo de Marcelo Vital Brasil).
– Além disso, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE em julho deste ano o índice de volume de atividades turísticas no país cresceu 4,4%, em comparação com o mesmo mês do ano passado.