Geral Ilhabela

Ilhabela recebe cinco campeões mundiais na Semana de Monotipos

A 46ª Semana de Monotipos de Ilhabela conta com a presença de campeões do mundo, brasileiros e estrangeiros, e a participação de velejadores em preparação para o Pan de Lima, no Peru, que terá início no dia 28. A presença destes velejadores elevou o padrão do evento, fazendo desta edição umas das mais fortes da história em termos técnicos.

A classe Snipe, particularmente, teve seu nível elevado. A raia montada no canal de São Sebastião recebe quatro campeões mundiais: os brasileiros Alexandre Paradeda e Bruno Bethlem, o cubano Nélido Manso Lopez e o uruguaio Ricardo Fabini. O motivo para essa ‘invasão’ é o fato de Ilhabela ser a sede do Campeonato Mundial, em outubro. Fora da água, mais um campeão do mundo, Bruno Prada, pentacampeão de Star, é técnico de Bethlem. “Promover um campeonato com tanta qualidade é motivo de alegria e orgulho para todos nós. Além da Snipe, todas as classes estão bem fortes”, explicou Cuca Sodré, coordenador técnico da Semana de Monotipos.

Equipe cubana

Campeão mundial em 1999 e dono de três medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos, Nélido Manso Lopez veio para Ilhabela com foco no Mundial e nos Jogos do Peru. “É minha terceira vez no Brasil, mas a primeira na Ilha, uma cidade bela, limpa e tranquila. Classifico as regatas da Semana de Monotipos como difíceis, mas é preciso treinar e se acostumar com as condições do mar, já pensando no mundial. Estou voltando a velejar em alto nível após um ano, pois em Cuba não há tantos barcos, e enfrentar uma disputa forte como essa é um bom teste. Espero evoluir e lutar pela medal race em Lima e depois ver como será no mundial”, afirmou o experiente atleta, que compete ao lado da filha Iris.

Bruno Bethlem, bicampeão mundial de snipe

Bruno Bethlem, bicampeão mundial (2009 e 2013) e medalha no ouro no Pan de 2003, lembra que a presença de velejadores experientes e com títulos internacionais ajuda não só a elevar o patamar da disputa, mas também a motivar os atletas jovens. “O campeonato está muito competitivo, pois os principais nomes do Brasil estão aqui, além de alguns estrangeiros. Está sendo um ótimo treino visando o mundial. As condições estão muito boas e é importante conhecer a raia já pensando em outubro”, avaliou.

Xandi Paradeda

Para Alexandre Paradeda campeão mundial em 2001 e ouro no Pan-Americano do Rio, em 2007, a Semana de Monotipos de 2019 é a mais forte da história da competição. “Tem muita gente boa neste ano em Ilhabela. Alguns se preparando para o Pan, outro para o Mundial, que vai ser aqui na ilha. É importante aproveitar a oportunidade de velejar e medir forças com esses caras e aproveitar para intensificar a preparação para competir em outubro”, relatou.

Mais de 300 barcos – A 46ª Semana de Monotipos de Ilhabela, começou no sábado (6) e termina nesta terça-feira (9), reunindo 300 barcos. A competição antecede a tradicional Semana Internacional de Vela de Ilhabela, a partir do próximo dia 13.
As seis raias montadas no canal de São Sebastião reúnem velejadores a partir de 8 anos, das classes Optimist, Laser (4.7, Radial e Standard), Snipe (Geral e Junior), Hobbie Cat 16, 420, Dingue (Geral e Estreante), Open Bic, 29er, Windsurf Slalom, Star e Kitsurf. Todas integram programas de regatas olímpicas ou pan-americanas, além da vela de base.

A 46ª Semana de Vela de Monotipos é organizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, com apoio técnico da Confederação Brasileira de Vela e da Federação de Vela do Estado.

 

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: