Caraguatatuba Geral

PM prende estuprador no bairro do Indaiá em Caraguá

A Polícia Militar prendeu, nesta segunda(13), mais um estuprador no Litoral Norte. Em patrulhamento Tático, na Avenida Minas Gerais, no bairro do Indaiá, em Caraguatatuba, com o objetivo de coibir roubos e furtos, policiais militares interceptaram A.S, que muito nervoso, apresentou seus documentos aos policiais, o RG dele era da Bahia e nada constava.

Por causa do nervosismo dele, a PM decidiu fazer uma pesquisa mais minuciosa e constatou que A.S era Procurado pela Justiça, por estupro de vulnerável(enteada), com pena de 12 anos a cumprir na cidade de São José dos Campos.

Ele foi conduzido até a Delegacia de Polícia da cidade onde o delegado de plantão elaborou a ocorrência e recolheu A.S. a cadeia pública de Caraguatatuba, ficando a disposição da justiça.

Foi o terceiro estuprador preso da região nos últimos dois dias. No domingo, a PM prendeu um estuprador, em Ubatuba, O primeiro caso foi o da mulher que foi estuprada quando ia para a igreja, em Ubatuba, em que a PM, tendo apenas a descrição de um numero e uma letra da placa, alem da cor do carro do criminoso, fez um intenso cruzamento de dados nos bancos criminais e conseguiu prender o autor do estupro imediatamente após o crime.

O segundo caso foi o de uma menina de 8 anos, em Caraguá, que ligou para a mãe em Paraibuna, informando que o padrasto estava passando a mão nas suas parte intimas. A PM chegou a tempo de impedir o estupro dela e da sua irmã de 4 anos de idade.

O comandante do CPI-1, coronel José Eduardo Stanelis, elogiou a atuação dos policiais militares do 20º BPMI(Batalhão da Polícia Militar), responsável pelo policiamento no Litoral Norte. Em dois dias, prenderam três estupradores, dois em Caraguá e um, em Ubatuba.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: