Litoral Norte Polícia

Ubatuba: Cidade registra o 17º homicídio em 2018

Ubatuba registrou nesta terça (04) o 17º homicídio do ano. Um jovem de 25 anos foi morto a tiros na noite desta terça na cidade. O número de mortes na cidade cresceu 45% este ano, comparado com o mesmo período do ano passado, entre janeiro e novembro.

A morte do jovem, nesta terça, ocorreu no bairro do Ipiranguinha. Segundo a polícia militar ele caminhava com a namorada, de 23 anos, por uma rua do bairro, quando um homem em uma moto se aproximou e fez vários disparos.

O jovem levou três tiros,  que atingiram o abdômen, peito e costela. Ele foi socorrido e removido para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. A namorada dele, atingida de raspão em um dos braços, foi socorrida, medicada e permanece internada. Segundo a polícia, as vítimas tinham passagem por tráfico de drogas.

Estatística

.Segundo dados estatísticos divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado a cidade de Ubatuba vem sendo considerada a mais violenta na região este ano.

Entre janeiro e outubro, a cidade já havia registrado 16 mortes contra 11 ocorridas no mesmo período do ano passado.

O número de homicídios este ano cresceu 45% em comparação com o mesmo período de 2017.

As cidades de Caraguatatuba e São Sebastião tiveram queda no índice de mortes na comparação com o ano anterior.

Em São Sebastião a redução de homicídios foi de 21,5%. Foram 14 mortes em 2017 contra 11 mortes entre janeiro e outubro deste ano.

Em Caraguá, a queda no número de mortes foi um pouco menor, de 5%. Foram 19 homicídios em 2018 (entre janeiro e outubro) e 20 mortes no ano passado, no mesmo período.

Em Ilhabela foi contabilizado apenas um homicídio entre janeiro e outubro deste ano.

Ubatuba

O Comandante da Polícia Militar em Ubatuba, capitão Roberto Scott Brunocato Neil, informou na terça(04),antes do registro da morte do jovem, no Ipiranguinha, que as mortes ocorridas na cidade estão em sua maioria, ligadas ao tráfico de drogas.

Segundo ele, houve um incremento nos números de homicídios no período, comparando-se ao ano anterior, mas avaliando os últimos três anos, o número de mortes registrou uma grande queda no município..

“No entanto, ao analisarmos 2015, 2016 e 2017, em conjunto com 2018, percebemos uma clara tendência de queda nos números de crimes contra a vida em Ubatuba, uma vez que registramos 29 homicídios em 2015, 28 homicídios em 2016, 14 homicídios em 2017 e em 2018, até o momento 16 casos do crime”, detalhou o capitão Scott.

Estatística/Outubro

Em outubro, Caraguá registrou 25 tentativas de homicídios, dois latrocínios, 53 estupros, 569 roubos, 26 roubos de veículos, três roubos de carga e 1731 furtos.

Em São Sebastião, foram registradas nove tentativas de homicídio, dois latrocínios, 29 estupros, 167 roubos, quatro roubos de veículos, um roubo de carga e 896 furtos.

Em Ubatuba, ocorreram sete tentativas de homicídios, um latrocínio, 21 estupros, 278 roubos, onze roubos de veículos, três roubos de carga e 1.128 furtos.

Ilhabela, em outubro, contabilizou quatro tentativas de homicídios, 14 estupros, 22 roubos e 412 furtos.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.