Caraguatatuba Política

Caraguá: Bandidos furtam Ótica Diniz e tentam arrombar Hellas Calçados

Na madrugada desta segunda(03) bandidos furtaram a Ótica Diniz e tentaram arrombar a loja Hellas Calçados no centro comercial de Caraguá.

No primeiro furto, o 190 da Polícia Militar, não registrou a ocorrência do furto na ótica, feita por uma moradora, com a justificativa de que ela não era a responsável pelo estabelecimento(Leia texto abaixo).

O furto na Ótica Diniz, uma das mais tradicionais da cidade, localizada na Rua Paul Harris, no centro, ocorreu por volta das 3 horas da madrugada.

Dois jovens arrombaram uma das portas de aço do estabelecimento, adentraram a loja e levaram óculos. Segundo a gerente, o arrombamento teria sido feito com pé de cabra ou outro tipo de ferramenta.

O alarme disparou, mas a empresa que faz a segurança do estabelecimento não teria ido até o local verificar, segundo a gerente da loja.

A loja ficou fechada pela manhã para que a gerência pudesse contabilizar os prejuízos. As imagens do arrombamento serão encaminhadas à polícia civil para possível identificação dos ladrões.

A gerente da loja afirmou que acionou a PM para ir ao local, mas qunado a viatura chegou às 9h16 da manhã desta segunda, foi orientada pelos polícias para que fizesse um balanço dos prejuízos e registrasse um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia da cidade.

Em julho, ladrões tentaram arrombar outra ótica da cidade, a Ponto de Vista, também na região central.

Em novembro, bandidos arrombaram as portas das Casas Bahia e levaram celulares, também, na região central.

As imagens das ocorrências registradas nas duas lojas devem ser encaminhadas à polícia para tentar apurar se as ações foram executadas pelo mesmo grupo.

Ainda na madrugada de ontem, ladrões tentaram arrombar a loja Hellas Calçados, também no centro, mas obtiveram sucesso.

Segundo o proprietário, as portas foram forçadas, mas os ladrões não conseguiram entrar na loja.

O proprietário da Hellas Calçados foi pela manhã até a Ótica Diniz para buscar imagens gravadas dos ladrões que agiram na ótica para saber se foram os mesmos que tentaram furtar sua loja.

190

O atendimento do 190 foi bastante confuso no atendimento ao arrombamento ocorrido na Ótica Diniz.

Uma moradora que passava pelo local por volta das 6 horas da manhã, ao ver a porta da loja arrombada, acionou o 190.

A atendente perguntou se a pessoa que estava ligando era responsável pelo atendimento. A moradora informou que não, que queria apenas informar o arrombamento.

A atendente do 190 alegou que não poderia dar sequência ao atendimento pois essa comunicação só poderia ser feita pelo proprietário do estabelecimento arrombado.

A reportagem entrou em contato com o 1º Comando da Polícia Militar no Interior, em São José dos Campos, para apurar se denúncias ao 190 só podem ser feitas pelos proprietários de comércios  ou seja pelas vítimas.

O sargento Nascimento, responsável pelo Copom, informou que todas as comunicações ou informações feitas ao 190 são prontamente atendidas e registradas.

Nascimento ficou de apurar o que teria ocorrido na chamada feita pela moradora de Caraguá, às 6 horas da manhã de segunda(03), para informar o arrombamento da loja.

Segundo ele, o procedimento correto era registrar a ocorrência e encaminhar aviso à viatura mais próxima para atender a solicitação feita pela moradora de Caraguá.

Há muitos anos o serviço do 190 é centralizado em São José dos Campos. Segundo o sargento Nascimento, quando chega a denúncia o atendimento é repassado pela central de radio para uma das viaturas da cidade onde foi feita a comunicação.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.