Geral Litoral Norte

Prisão de “Sapão”, pela PM, deve abalar o comércio de drogas no Litoral Norte

A.H.S.C., de 26 anos, vulgo “Sapão”, considerado pela polícia um dos maiores líderes do tráfico no Litoral Norte, irá a audiência de custódia, às 12 horas, no Fórum de Caraguatatuba e, em seguida, será removido ao CDP(Centro de Detenção Provisória) da cidade.

As policias militar e civil e, também, a justiça, comemoraram a prisão de “Sapão”, um dos principais responsável pelo tráfico de drogas em toda a região. A prisão dele, segundo os policiais, deverá reduzir em muito a comercialização da droga no Litoral Norte.

Segundo informações, Sapão, que é ligado a uma das principais facções criminosas do país, estava sendo “caçado” pela policia há cerca de quatros anos. Para evitar sua prisão, ele mudava, constantemente, de cidade e de casa. Essas mudanças, segundo a polícia, era feita a cada três meses, com o objetivo de despistar a polícia e impedir a sua prisão.

O suposto líder do tráfico na região, já morou na Topolândia, Itatinga e Juquehy, em São Sebastião; e, no Morro do Algodão, Travessão, Porto Novo e Perequê-Mirim, em Caraguá.

Sapão evitava manter a droga onde morava. Ele utilizava outras residências para esconder a cocaína, crack e maconha, que distribuía na região. Ele teria sido detido, algumas vezes, mas sempre sem ter entorpecentes em seu poder, apenas dinheiro.

Segundo relato de um policial, vivia ameaçando, através de recados,  policiais civis e militares de morte caso “chegassem” muito perto dele ou pelas prisões de integrantes de seu grupo.

Sapão estava sendo monitorado pelo serviço de inteligência da Policia Militar, pela policia civil e pela justiça. As autoridades sabiam da função e importância dele no tráfico de drogas na região, mas era preciso prende o líder do tráfico em flagrante e, com drogas.

Ele vivia recentemente na região sul de Caraguá. O cerco sobre ele foi aumentando por parte da policia. Um mandado de prisão foi expedido pela justiça, logo após a confirmação de que Sapão era o “gerente” do tráfico na região.

Estava sob os cuidados dele, por exemplo, os cerca de 50 quilos de cocaína, maconha e crack localizados, no início deste mês, em uma casa no bairro do Porto Novo. A droga estava escondida no fundo falso de um piso na lavanderia da casa, armazenada em tonéis. Foi uma das maiores apreensões de droga este ano na região.

Drogas escondida em um piso falso numa casa do Porto Novo

Droga apreendida no Porto Novo

 

 

A apreensão de drogas no Porto Novo foi a maior feita na região este ano. Nos tonéis, escondidos no piso falso da lavanderia, foram encontrados cocaína, crack e maconha. A droga iria abastecer as regiões sul e centro de Caraguá. O estoque estava sob os cuidados de Sapão. A partir da localização dessa quantidade de droga, a polícia apertou o cerco ao traficante. Como a quantidade de drogas apreendidas teria prejudicado o mercado do tráfico na cidade, Sapão teria feito ameaças aos policiais.

 

 

 

Segundo a polícia, Sapão era uma espécie de “gerente geral” do comércio de drogas em Caraguá, São Sebastião e Ubatuba. Sua prisão deve causar grande impacto nas vendas de drogas para a facção que pertence. O traficante movimentava muito dinheiro proveniente do tráfico de drogas na região.

Devido a sua importância na comercialização da droga feita pela facção criminosa no Litoral Norte, Sapão deverá ser removido ainda no início da tarde deste sábado para o CDP de Caraguá, por motivos de segurança.

Na delegacia de polícia de Caraguá, para onde foi levado pela PM logo após ser preso, não apareceu ainda nenhum advogado para prestar assessoria à Sapão. Na cela provisória da delegacia, Sapão teria feito apenas uma exigência, um colchão para que ele não dormisse no chão.

Prisão

A Polícia Militar prendeu Sapão, nesta sexta, no bairro do Perequê-Mirim, região sul de Caraguatatuba. Para a justiça e para a policia , A.H.S.C., de 26 anos, vulgo “Sapão”, é um dos maiores traficantes de drogas na região.

 

A prisão dele teve a participação do Ministério Público de Caraguatatuba, que investigava A.H,S.C, há um bom tempo, por ser integrante de uma facção criminosa. Segundo informações, ele seria o líder do tráfico dessa facção em Caraguatatuba. Ele era procurado da justiça por tráfico de drogas.

A detenção dele ocorreu duas horas após o MP liberar o mandado de prisão. A.H.S.C foi localizado no Perequê, dentro de um veículo com mais dois homens. Ele não teria tido tempo de tentar reagir ou fugir.

 

No veículo foi localizado a quantia de R$ 1.982,00 (mil novecentos e oitenta e dois) reais, 03 aparelhos celulares e 29 pinos de cocaína. Era dele ou estava aos seus cuidados as drogas localizadas e apreendidas em ocorrências anteriores, feitas na região sul.

Na primeira, ocorrida em maio deste ano, durante cumprimento de mandado de busca, na residência do investigado, foram apreendidos a quantia de R$ 19.975,00 (dezenove mil novecentos e setenta e cinco reais)em espécie provenientes do tráfico e 02 (dois) tijolos de maconha, no bairro Morro do Algodão.

 

Na segunda ocorrência, no dia 1º de julho, foi aprendida a quantidade de aproximadamente 52 (Cinquenta e dois) quilos de drogas, no bairro Porto Novo. A droga foi localizada sob um piso falso da lavandeira da edícula da casa, armazenada em tonéis. A.H.S.C. foi encaminhado até a delegacia de policia e deve ser removido para o CDP(Centro de Detenção Provisória) da cidade.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: