Geral Litoral Norte

Rio-Santos permanece interditada no Km 118 em São Sebastião

A Rodovia Rio-Santos permanece interditada neste domingo(19), no trecho do KM 118, próximo a Praia da Cigarras, em São Sebastião, por conta da queda de barreira ocorrida no sábado (18). As equipes da Defesa Civil, Bombeiros, Detraf e DER passaram a madrugada no trabalho de retirada dos materiais. Ainda não há previsão de liberação.

Aviso divulgado pela prefeitura de São Sebastião nas redes sociais

A prefeitura de São Sebastião mantém um plano de contingência pelo mar, com uso de embarcações, para garantir o deslocamento de pessoas   que precisam fazer a travessias rápida, com urgência, ou por uma situação crítica. A embarcação sai sempre do flutuante da Rua da Praia, no Centro, até a Cigarras, na Costa Norte do município, com parada no píer do bairro São Francisco – região central. Cada viagem permite o transporte de 20 pessoas.

Botes deslocando pessoas a partir da praia de São Francisco devido a interdição do km 118 na Rio-Santos

Por terra, o acesso até o centro da cidade só é possível pelas rodovias Mogi/Bertioga e Rio-Santos, na ligação entre Bertioga e São Sebastião. O Km 118 foi interditado ontem devido ao risco da queda de uma enorme pedra sobre a rodovia. No início da tarde de sábado a prefeitura, através do DER, bombeiros e secretaria de Serviços Públicos fez a remoção das pedras e liberou o tráfego no local. Acontece que a passagem de carros causou trepidação e o risco de novos deslizamentos. O trecho foi novamente interditado.

A Prefeitura de São Sebastião informou ainda que o abastecimento de energia do município está ameaçado em razão de quedas de barreiras em postes e em fiação de alta tensão. A situação se agrava na rede de energia próxima ao trecho da rodovia SP-55, no KM 118, que está comprometida e com ameaça de cair sobre a pista.

A área do KM 118+800m da rodovia estadual, que está totalmente interditada e sem previsão para liberação, foi toda isolada tendo em vista que os postes de alta tensão, com energia de aproximadamente 13 mil volts, que abastece a rede de energia da cidade, estão em local instável.

Com isso qualquer trabalho de limpeza e desobstrução da área só pode iniciar após a EDP Bandeirante desligar a rede de energia, e garantir a segurança para as operações das equipes da Prefeitura.

Ontem, a prefeitura chegou a liberar algumas escolas para servirem de abrigo às pessoas que ficaram presas no local e que não conseguiam chegar até as suas residências devido a interdição da Rio-Santos no km 118.

De acordo com a Defesa Civil, o acumulado das chuvas das últimas 96 horas chegou a 264 mm – o que mantém o nível vigente de atenção no município. A Defesa Civil permanece com o monitoramento das áreas de risco e pede para população que em caso ocorrência ligue para os números de atendimento nos telefones 153 e 199. O domingo amanhece com tempo bom e sol o que deverá permitir melhores condições para os trabalhos no trecho interditado.

Ilhabela

Em Ilhabela, onde nas últimas 72 horas a cidade registrou 260.3 mm de precipitação, equivalente a um mês inteiro de chuvas. A prefeitura continua os trabalhos no bairro do Piúva, onde um deslizamento, ocorrido na manhã de ontem, interditou o tráfego de veículos na Rodovia SP 131, acesso ao Sul da ilha.

Deslizamento que atingiu o bairro do Piúva e interditou a SP-131 em Ilhabela

No Piúva, onde ocorreu o desmoronamento de uma casa, na manhã de sábado, que levou muito material (árvores, terra e resíduos do imóvel destruído) para a rodovia, interditada desde o momento da ocorrência, em torno das 10h30. No dia anterior (17), uma primeira casa havia desabado no terreno ao lado. Cinco residências já estavam interditadas pela Defesa Civil, e após o deslizamento deste sábado, mais outras três casas acima do local afetado, também foram desocupadas.

Reveja o desabamento de uma casa no Piúva na manhã de sexta(17):

A ocorrência no Piúva fez a prefeita Gracinha acionar a Defesa Civil do Estado de São Paulo e o Instituto Geológico – IG (órgão do Governo Estadual), e a ainda informar o comando do Corpo de Bombeiros do Estado sobre a situação da cidade. Representantes dessas instituições deverão realizar vistorias na Rodovia e em outros locais danificados pelas fortes chuvas. A Administração aguarda os laudos técnicos do IG para colocar em prática todas as medidas necessárias e cabíveis o mais rápido possível.

Em Ilhabela, prefeitura também usa embarcações para transportar moradores entre o Norte e o Sul devido a interdição da SP-131

Em função da interdição da Rodovia SP 131, de acesso ao Sul, e sem previsão para a liberação da pista, a Prefeitura disponibilizou transporte marítimo aos moradores que necessitam seguir para a região central do município ou ao sentido sul. Quatro lanchas fazem o transporte, com embarque e desembarque nos píeres do Perequê e Portinho. Um ônibus também realiza o transporte da balsa até o píer do Perequê para aqueles que chegam do continente. O Executivo manteve a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Sul da ilha aberta e de prontidão para atender a população em casos de Urgência e Emergência.

A Estrada de Castelhanos segue interditada, devido a queda de barreiras e árvores. A prefeitura continua fazendo os serviços de recuperação em vários trechos da estrada.

 

 

5 Comentários

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: