Geral São Sebastião

Sabesp investe R$ 13,7 milhões no combate a perdas de água em São Sebastião

SONY DSC

Os investimentos visam mais eficiência na utilização dos recursos naturais reduzindo as perdas de água e os impactos ao meio ambiente. A licitação das obras foi iniciada na última sexta-feira (5)

A Sabesp deu início à licitação para obras de combate a perdas de água no município de São Sebastião, com investimentos na ordem de R$ 13,7 milhões.

O anúncio foi feito pelo superintendente da Companhia na região, José Bosco Fernandes de Castro, durante a entrega do Contrato de Prestação de Serviços Públicos de Abastecimento de Água e/ou Esgotamento Sanitário já assinado pelo governador do Estado de São Paulo, João Dória, ao prefeito Felipe Augusto.

Com previsão de início ainda em 2019 e duração de 24 meses, as obras do Programa de Redução de Perdas da Sabesp são fruto de um financiamento com a JICA – Agência Japonesa de Cooperação Internacional, que é uma referência mundial quando o assunto é eficiência no controle de perdas.

O trabalho prevê a criação de setores de abastecimento e substituição de redes e ramais de água, possibilitando um maior controle na distribuição de água principalmente nas regiões central e sul de São Sebastião.

Conforme explicou o engenheiro Bosco, serão substituídos 22 quilômetros de redes de distribuição que abrangem 2.338 ligações de água – o que representa um benefício direto a cerca de 10 mil pessoas em Maresias, Guaecá, na costa sul e Reserve Du Moulin, na região central.

A setorização das redes é um grande ganho para o município pois contribuirá com o melhor controle na pressão da água e diminuição de vazamentos, contribuindo com a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais. Isso permitirá o combate a furtos de água e para a segurança hídrica utilizando o que há de mais moderno em relação à tecnologia hidráulica.

Serão instalados registros e pontos de monitoramento de pressão que beneficiarão os bairros Cigarras, São Francisco, Morro do Abrigo, Portal do Olaria, Arrastão, Pontal da Cruz, Praia Deserta, Porto Grande, centro, Vila Amélia, Topolândia, Itatinga e Varadouro.

De acordo com o superintendente da Sabesp os investimentos vão melhorar a oferta de água em São Sebastião, principalmente na alta temporada, quando o número de habitantes triplica.

“Dividir o município em setores nos permite ter uma visão geral da malha de distribuição e mapear o abastecimento, para que a distribuição de água ocorra de maneira uniforme. Estão previstos grandes benefícios para o litoral norte, começando por São Sebastião”, finalizou Bosco.

%d blogueiros gostam disto: