Geral Ubatuba

Servidores de Ubatuba promovem assembleia para discutir eleições no sindicato

Componentes da Chapa 2, Renovação, que foi impedida de disputar as eleições para a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores de Ubatuba(Sindtapu), promove nesta sexta(2), uma assembleia geral extraordinária.

A chapa ainda tenta na justiça conseguir autorização participar das eleições marcadas para o próximo dia 6. Sem a participação da chapa de oposição, apenas uma única chapa, encabeçada pela atual presidente Sandra da Silva, que comanda o sindicado desde 2009, deverá participar do pleito.

Segundo os componentes da chapa de oposição, o Artigo 18 do Estatuto do sindicato, permite chamar uma assembleia desde que tenha a presença de 20% dos associados. O sindicato tem cerca de 2.000 associados.

Os servidores, que integram a chapa de oposição, alegam que teria havido arbitrariedades da Comissão Eleitoral, que impediu a participação da Chapa 2 de participar da eleição, para beneficiar a chapa 1, encabeçada pela Sandra da Silva atual presidenta do Sindicato.

Eles alegam que a Comissão Eleitoral julgou somente os pedidos de impugnação da chapa 2 que é de oposição e não discutiu quatro pedidos de impugnação da Chapa 1, encabeçada pela atual presidente do sindicato.

A Assembleia esta marcada para as 19h, desta sexta(2), no Salão de Eventos do Tom Bar, na Rua Salvador Correa, 33 Centro de Ubatuba. Nela serão discutidos e deliberados vários itens, entre eles, a suspenção das Eleições, prevista para o dia 06; a eleição de Comissão Eleitoral democrática, imparcial, paritária e transparente; a Prestação de Contas do Sindicato; não votar na eleição, em caso de chapa única; e, autorização da Chapa 2  encaminhar oficio para o Juiz, solicitando urgência no julgamento dos recursos feitos pela Chapa 2.

Sindicato

Sandra desde 2009 comanda o sindicato dos servidores em Ubatuba

A atual presidente do sindicato, Sandra da Silva, não dá entrevista pelo telefone. Ela alega que todas as informações referentes a eleição no sindicato podem ser encontradas num dos jornais impressos da cidade ou no site da entidade.

O site publicou um alerta aos servidores municipais informando que a suposta assembleia marcada para a noite desta sexta não está sendo promovida pelo sindtapu.

O site informa ainda que “Temos a esclarecer que NÃO É O SINDTAPU que está à frente desta “convocação” ficando assim nulo e qualquer movimento usando o nome do SINDTAPU. Alertamos também que qualquer dano ao nome da Entidade Sindical os responsáveis serão punidos”.

É, alega que, é necessário o cumprimento legal para que as conquistas sejam efetivadas. Acreditamos que se em algum momento a atual diretoria não cumprir o Estatuto Social da Entidade cabe parecer jurídico. Continuamos na luta contra qualquer irregularidade e interesses de uma minoria. A atual presidente Sandra da Silva, que busca a quinta reeleição, assina a mensagem.