Geral São Sebastião

Vídeo: Ambiental apreende pássaros por adulteração de anilha em São Sebastião

Durante Operação de fiscalização aos criadores amadores de passeriformes, policiais militares da 3ª Companhia de Polícia Militar Ambiental Terrestre, do 3° Batalhão de Policiamento Ambiental do Estado de São Paulo, estiveram no bairro Itatinga, em São Sebastião, para fiscalizar o plantel de A.M.S.,  onde foi localizado em cativeiro,  uma ave ( galo de campina) com anilha contendo  indícios de adulteração e oito aves silvestres sem anilhas e autorizações de órgão competente.

Os policiais apreenderam as nove aves. Oito delas doramsoltas, pois encontravam se sem anilhas e estavam bem estressadas e bravias, características de aves recém capturadas em seu habitat natural. A ave com suspeita de adulteração de anilha foi encaminhada para realização de laudo pericial do Ibama.
Veja o vídeo da soltura das aves:

Foi elaborado Auto de infração ambiental com multa no valor de R$4.000,00 (quatro mil reais) referente as oito aves irregulares e aguarda-se o laudo pericial do Ibama para providências a respeito da ave com indícios de adulteração em anilha.

Segundo orienta a Polícia Ambiental, todas as pessoas que desejam criar passeriformes silvestres da fauna brasileira devem, primeiramente, inscrever-se como pessoa física no Cadastro Técnico Federal de Atividades Potencialmente Poluidoras e/ou Utilizadora de Recursos Ambientais (CTF/APP), ou seja, a inscrição deve ser realizada por meio do sistema de cadastro do Ibama chamado Cadastro Técnico Federal, ora denominado CTF.

Após obter a autorização do Sistema de Controle e Monitoramento da Atividade de Criação Amadora de Pássaros (SisPass), o criador fica responsável pela atualização do plantel de pássaros sob sua responsabilidade, para que não seja passivo de autuação e bloqueio do SisPass em possíveis fiscalizações ambientais.