Homenagem São Sebastião

Associação de Amparo à Mulher Sebastianense comemora 40 anos

Nesta quarta-feira, dia 15, às 19h, será realizada uma sessão solene em comemoração aos 40 anos da AAMS (Associação de Amparo à Mulher Sebastianense), na Câmara Municipal de São Sebastião.

O evento foi solicitado pelo vereador Ernaninho em parceria com a diretoria da entidade.

Durante a sessão solene, serão homenageados com a entrega de títulos de sócio benemérito, dois profissionais que se destacaram na defesa da mulher vítima de violência.

Os homenageados serão a delegada Júnia Cristina Macedo Veiga, que há dois anos está à frente da Delegacia da Mulher de São Sebastião, e o advogado Marcelo Galvão, que atuou voluntariamente em defesa da AAMS. 

Antes da sessão solene, haverá apresentação musical com a cantora Sônia Lopes e apresentação de Dança Circular.

Histórico

A Associação de Amparo à Mulher Sebastianense foi fundada em 14 de agosto de 1978, com objetivo de amparar e educar a mulher sebastianense; prestar assistência integral à mulher sem distinção de cor, raça ou credo; lutar pela prevenção da prostituição e pela recuperação física, moral e social de suas vítimas, além de combater o lenocínio.

Os sócios fundadores da AAMS foram: Ana Maria Cordeiro Senna (ELEITA PRIMEIRA PRESIDENTE); Amauri Oliveira do Nascimento; Frei Barruel de Larrest; Clovis Carneiro Cerqueira; Elisabeth dos Santos Chagas; Elizabeth Kipman Cerqueira; Eunice Melhado de Lima; Izaura Schork; João Correia Senna Filho; Padre João Ryan; Manoel de Lima Junior; Maria Bonfim Nascimento; Maria Regina Lima Souza; Irmã Marta; Orlando Celestino; Priscila Dulce Dalledone de Siqueira; Rose Marie Tournelon Costa; Valentim Alves Chagas Filho e Zizi Inácio dos Santos.

Durante 40 anos, a entidade participou e desenvolveu diversos projetos, entre eles: Casa Santana, a primeira casa de acolhimento à mulher, em 1979, e o Centro Comunitário Santana, em 1990, hoje chamado Centro Comunitário Santa Maria Eufrásia, em homenagem aos 200 anos de nascimento (1996) da fundadora da Congregação do Bom Pastor.

Além disso, a Associação também implantou, em 2007, a Casa Santana onde funciona atualmente um Centro de Referencia à Mulher que, através de um convenio com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Humano, atende em média 180 mulheres por mês.

Em maio deste ano, a AAMS lançou em São Sebastião, o Projeto Tempo de Despertar, em parceria com o Poder Judiciário, onde um grupo de voluntários desenvolve um programa de ressocialização de homens que respondem por atos de agressão às mulheres.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido!