Homenagem Iemanjá

Salve! Iemanjá, Rainha do Mar!: Homenagens acontecem neste sábado nas praias da região

Neste sábado, na maioria das praias do Litoral, será comemorado o dia de Iemanjá. Milhares de adeptos da Umbanda, do Candomblé e de outras entidades e religiões procuram prestar suas homenagens a “Rainha do Mar”.

Por Salim Burihan

Em Caraguatatuba, na Praia do Centro, vão se concentrar entidades da cidade e da região do Vale do Paraíba. Dezenas de tendas estarão espalhadas pela praia.

Caraguatatuba, oficialmente, comemora a 34ª edição da festa, mas essas homenagens acontecem nas praias da cidade há mais de 60 anos.

Na cidade, o evento terá início às 19h, com a Batucada de Abertura e às 20h, a abertura oficial de cada entidade presente. Serão aproximadamente 50 tendas montadas ao redor da imagem de Iemanjá, localizada próximo a Praça Ton Ferreira, na praia do Centro. A festa encerrará às 6h do dia 09.

A prefeitura alerta que é proibido depositar oferendas ao redor da imagem de Iemanjá e não será permitida a permanência de veículos próximos aos espaços na praia, ficando cientes que estes estarão sujeitos às penalidades impostas pela Secretaria Municipal de Transito.

Os integrantes das tendas que virão de ônibus fretados deverão preencher o formulário de autorização de veículos que está disponível no site da Prefeitura e enviar para autorizacao.turismo@caraguatatuba.sp.gov.br, solicitando a autorização. Não há custos para esta solicitação.

Estátua

A estátua de Iemanjá foi instalada na praia do centro de Caraguá em 1985, por iniciativa de Francisco D’ Onófrio e seu Milton Balbino dos Santos. O monumento com dois metros de altura, fica a 1,80 metros do solo e é um dos mais visitados na cidade. Seu D’ Onofrio tinha 90 anos de idade quando decidiu fazer a estátua. Ele praticava o espiritismo há 66 anos. Seu Milton, lembra muito bem, quando surgiu a idéia de se fazer a estátua de Iemanjá. Segundo ele, a idéia surgiu em 1984, quando os dois- ele e seu D’ Onófrio, foram limpar e restaurar a estátua de Santo Antônio, no alto do morro que fica em frente a cidade.  A imagem de Santo Antônio, instalada no morro em 1954, durante as comemorações do centenário da cidade, enfrentava problemas com ações de vândalos.
Conta seu Milton: “Falei prá ele que se a gente construísse uma estátua de Iemanjá, na praia do centro, muita gente iria visitá-la ao longo do ano, como ocorria com a estátua de Santo Antônio”.

Segundo ele, os dois foram no dia seguinte até a prefeitura e entregaram um ofício ao prefeito da época, o então engenheiro Jair Nunes de Souza.

O prefeito pediu que eles solicitassem autorização da Capitania dos Portos. “Conseguimos a autorização e o D’Onófrio iniciou a construção da estátua, que foi inaugurada em 1985”, contou.

Seu Milton lembrou ainda a pressão dos então vereador Anderson, da Igreja Universal, para retirar a estátua da praia do centro. A proposta dele gerou muita polêmica, mas não obteve sucesso.

A Festa de Iemanjá acabou entrando no calendário oficial da cidade. A estátua é visitada diariamente por turistas de passagem pela cidade. Em 2014 foi feita a reforma da estátua pelo artista plástico Roberto Gallo.

As homenagens à Iemanjá são muito tradicionais em Caraguá. Acontecem há mais de mais de 60 anos nas areias da praia do centro. Tradicionalmente, as homenagens ocorrem nos dias 8 de dezembro (Umbanda) e 3 de fevereiro(Candomblé). Cerca de 5 mil pessoas participam anualmente das homenagens feitas a Iemanjá nas praias da cidade, entre elas, a do centro, Indaiá, e Palmeiras.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido!