Legislativo Ubatuba

Ubatuba: Câmara aprova disciplina Educação Moral e Cívica na rede municipal

A Câmara de Ubatuba aprovou nesta semana a obrigatoriedade da disciplina Educação Moral e Cívica na rede municipal de ensino do município.

O projeto é de autoria do vereador Reginaldo Bibi(MDB) e foi aprovado pela maioria dos vereadores. Votou contra o vereador Claudnei Xavier(PSDB) e se absteve de votar o vereador Manoel Marques (PT).

No caso do retorno da disciplina de Educação Moral e Cívica como “conteúdo transversal” no currículo da rede pública municipal, o autor do projeto, vereador Bibi, foca sua defesa da proposta “ao ver falhas no cumprimento de outra lei também de sua autoria que obriga a execução dos hinos de Ubatuba e Nacional”.

O vereador Ricardo Cortes mencionou necessidade de incentivar “valores do nacionalismo como em outros países e vê absorção falha de dados históricos como Guerra do Paraguai ou Inconfidência Mineira e mal sabemos quem foi Pedro Álvares Cabral”.

Claudnei Xavier entende que, dados históricos se aprende nas aulas de História e a proposta, além de ser um peso a mais para o Município, por ser parte da grade do Ciclo II do Ensino Fundamental, responsabilidade do Estado.

“Moral e Civismo é matéria do tempo do militarismo em que eles queriam se impor ou fazer a população aderir às propostas deles. Essa disciplina é uma volta ao passado, aos tempos do regime militar, um projeto fora de época, de um período que temos que passar borracha nele”, enfatizou.

Educação Moral e Cívica, segundo Claudnei é disciplina do ciclo II do Ensino fundamental, da 5ª série em diante, área de ensino que está sob jurisdição Governo do Estado. “Então vem trazer mais um peso ao município cuida do ciclo I, que cuida da alfabetização e vai ter que adaptar mais essa matéria às crianças”, argumentou.

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: