Condições do Mar Litoral Norte

Ventos fortes atingem a costa do Litoral Norte

Ventos com intensidade acima da média atingem a costa do Litoral Norte, conforme alerta emitido pela Marinha do Brasil.

Não há registros de ocorrências graves provocadas pela ação do vento. Por enquanto, apenas os pescadores da região estão enfrentando algum problema.

Como a maioria deixa sua embarcação atracada a beira mar, esperando a melhora do tempo,  algumas delas foram levadas em direção a praia devido a ação do ventos.

No bairro de São Francisco, um dos principais redutos da pesca na região, vários barcos chegaram a ser levados até a areia da praia devido a força das rajadas.

Os pescadores e a associação de pesca local fizeram a retirada das embarcações. Não há registro de embarcações danificadas devido aos fortes ventos.

Nesta quarta(13) e quinta(14), segundo alerta emitido pela Marinha do Brasil, ventos de até 74 Km/h podem atingir a região. A recomendação é para que pescadores e embarcações de recreio evitem ir ao mar.

Segundo  informações obtidas junto ao Iate Clube de Ilhabela, durante a manhã desta quarta, os ventos ocorrem de leste a nordeste,  com velocidade de 17 a 27 nós, com rajadas de 28 a 30 nós.

Balsa

A Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.) emitiu uma nota informando que conforme o alerta emitido pela Marinha do Brasil, há previsão de fortes ventos até quinta-feira (14), que podem impactar nos sistemas de Travessias Litorâneas, causando lentidão ou interrupção dos serviços.

Na manhã desta quarta(13), cinco balsas operam com uma certa lentidão devido aos ventos. O tempo de espera é de 30 minutos nos dois sentidos.

A empresa orienta que os usuários programem a viagem antecipadamente e acompanhem as informações pelos canais da Dersa: site; Twitter @travessiasdersa, telefone 0800 7733 711 e App Travessias, disponível gratuitamente.

Estradas

Nas rodovias, os motoristas enfrentam um chuva fina e neblina nos trechos de serra das rodovias Tamoios e Oswaldo Cruz.

Na Tamoios, as equipes da concessionária continuam monitorando o trecho de serra, devido ao risco de deslizamento por causa das chuvas.

O trecho de sera monitorado devido as chuvas fica entre os kms 67 e 80, que é o trecho mais atingido por deslizamento de encostas nos períodos de fortes chuvas.

O índice acumulado de chuvas neste trecho é de 89 milímetros, segundo informou a polícia rodoviária estadual. O movimento é tranquilo na rodovia e não há registros de acidentes.

A Concessionária Tamoios emitiu um comunicado, agora pela manhã, sobre as condições da Tamoios. O sistema de monitoramento meteorológico da Concessionária Tamoios registra nesta manhã de quarta-feira (13) o acúmulo de 89 mm de chuvas nas últimas 72 horas. No trecho de serra, o tempo está nublado com neblina em pontos isolados, não chove e as pistas estão secas.

O Protocolo de Segurança determina que, ao atingir 100 mm, o trecho seja interditado devido ao risco de queda de barreiras. As equipes da Concessionária trabalham no acompanhamento dos equipamentos e das encostas.

Segundo a concessionária, a medida visa garantir a segurança dos usuários. Cerca de 137 mil veículos devem trafegar pela Tamoios no feriado prolongado.

Cidades

Nas quatro cidades, as equipes da defesa civil vistoriam áreas de encostas, devido às chuvas que atingem a região e dos fortes ventos.

As chuvas provocaram alagamentos em ruas e avenidas, mas até o momento nenhuma ocorrência mais grave foi registrada pelas prefeituras.

 

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: