Meio Ambiente

Estudos do Inpe mostram que óleo que poluiu praias veio do mar da África

Estudos realizados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e divulgados neste sábado(14) pelo jornal Estado de São Paulo, apontam que o óleo que atingiu as praias do litoral brasileiro, principalmente, no Nordeste, teria se deslocado da região sul do mar da África, em abril, até chegar à costa brasileira, em setembro.

A nova hipótese de que o local de origem seria o mar na região sul da África é detalhada pelo oceanógrafo Ronald Buss de Souza, pesquisador do Inpe que atua no Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA) da crise do óleo. Segundo ele, modelos estatísticos que levam em consideração situações tecnicamente reconhecidas sobre as correntes marítimas, vento e ondas indicam que o óleo, que efetivamente chegou ao litoral de forma submersa, teria como origem a região sul da África.

Segundo o Inpe há o risco de que parte do óleo ainda possa estar estocada no fundo do mar, presa a sedimentos. “A gente tem uma hipótese principal de que esse derrame aconteceu a partir de abril deste ano, e as manchas só chegaram ao País, em subsuperfície, de maneira difícil de ser detectada através de imagem de satélite, em setembro”, comentou Ronald Buss de Souza, que participou da reunião da CPI do Óleo, na quarta-feira (11).