Ilhabela Meio Ambiente

Ilhabela: Prefeitura assina convênio com o Parque Estadual

Pensando na preservação ambiental do arquipélago, a Prefeitura de Ilhabela, por meio das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e do Turismo e de Meio Ambiente, firmou um convênio com o Parque Estadual na tarde desta quinta-feira (27).

A iniciativa entre a atual gestão e o Governo do Estado, por meio da Fundação Florestal, é considerada histórica, já que a única parceria efetiva só aconteceu em 1977, na criação do Parque Estadual no município.

O convênio tem duração de cinco anos, sendo neste primeiro ano um investimento de R$ 6,5 milhões, provenientes dos royalties do petróleo, que prevê a construção de uma nova sede que compreende administração, visitação e pesquisa, na área do Parque das Cachoeiras. A atual sede na Vila, antigos fórum e cadeia, deverá ser utilizada como Museu Histórico de Ilhabela.

Além do novo prédio, o investimento garante a demarcação de todo o Parque Estadual de maneira natural, a ampliação do quadro de funcionários, melhoria e ampliação da infraestrutura, capacitação dos recursos humanos, manutenção da Estrada Parque, sistema de comunicação com toda a unidade de conservação, programa de educação ambiental, fiscalização e controle de trilhas novas e existentes, proteção da fauna e flora, regularização das edificações e ferramentas para cadastramento de pessoas e serviço na unidade de conservação. “Estes são os principais trabalhos do primeiro ano. Estamos celebrando um convênio, dando toda a condição de subsídio e infraestrutura. Ilhabela tem um grande potencial que é o Parque Estadual, mas não era utilizado. Essa é realmente uma grande ação nunca realizada antes e que pode transformar o Parque em um atrativo turístico, priorizando a sustentabilidade e o meio ambiente”, explica o secretário do Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Ricardo Fazzini.

Representando o diretor executivo da Fundação Florestal, Rodrigo Levkovicz, a assessora Joana Fava afirmou não haver antes parcerias entre o órgão e o município. “Entendemos que a gestão do Parque de Ilhabela não pode estar dissociada da Prefeitura. As atividades do Parque, como a fiscalização de ocupações irregulares, o desenvolvimento do ecoturismo, o manejo de fauna, educações ambientais, entre outras, devem ser executadas em parceria com a Prefeitura para terem efetividade e melhores resultados. Esta parceria é uma prioridade para a Fundação Florestal que hoje administra 102 Unidades de Conservação, que correspondem a 18% do território paulista, e está de acordo com as diretrizes de Governo da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo”, afirma Joana.

De acordo com a secretária de Meio Ambiente, Maria Salete Magalhães, a iniciativa é de grande relevância para o município. “É importantíssimo trazer para Ilhabela esse turismo sustentável e trabalhar a biodiversidade”, disse.

O prefeito Márcio Tenório assegurou um dos compromissos que assumiu no seu plano de governo. “Se no passado não teve, agora teremos essa parceria, com monitoramento de todas as ações. Dando suporte, o município vem no caminho contrário da intensão de privatização do Parque. E é mais uma responsabilidade de preservar o meio ambiente que faço questão de firmar hoje”.

Representando a Câmara Municipal, também estiveram presentes na reunião os vereadores Gabriel Rocha, Mateus Pestana e Tiago Souza.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.