Geral Meio Ambiente

Litoral Norte unido na Limpeza de Rios e Praias recolheu mais de 3.000 kg de lixo

O Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias – 21 de setembro –  movimentou e mobilizou todo o Litoral Norte. Participaram mais de 1.300 voluntários e foram recolhidos mais de 3.000 kg de resíduos dos mais variados tipos, em várias praias e rios da região.

Ilhabela
A Delegacia da Capitania dos Portos, realizou o recolhimento dos resíduos nas cidades de Ilhabela e São Sebastião. Em Ilhabela em conjunto com militares, escoteiros, bombeiros, funcionários do Yatch Club e civis,  participaram 53 voluntários. As atividades aconteceram nas praia do Curral, de Santa Tereza e arredores do Yacht Club, e foram recolhidos 53 kg de lixo. Em São Sebastião a praia escolhida foi do Centro com a participação de 40 voluntários, entre eles  militares, funcionários da secretaria de meio ambiente, do deficiente e idoso, do Ibama e estudantes, e foram recolhidos 89,4 kg de lixo. Garrafas de plástico, garrafas de vidro, pedaços de madeira, copos descartáveis, cacos de vidro, bitucas de cigarro, vidro, latas de metal, papel, tecidos, isopor, peças de vestimenta e plástico em geral e até pedaços de embarcações naufragadas.
Caraguatatuba
Em Caraguatatuba o movimento contou com a participação de instituições, empresas e ONGs em parceria com a Prefeitura, por meio das secretarias de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca (SMAAP), Educação, Esporte e Serviços Público.  Em pouco menos de quatro horas foram retirados da areia e do mar cerca de 700 quilos de lixo das praias Martim de Sá, Porto Novo, Centro, Camaroeiro, Mococa, Cocanha e Indaiá.
Somente na Martim de Sá foram em torno de 200 voluntários que arregaçaram as mangas e retiraram mais de 160 quilos de resíduos, entre eles, sacolas plásticas e plásticos em geral,  microrresíduos (menores de 2,5 cm),  perto de 3 mil bitucas de cigarro, 309 unidades de garrafas PET e vidro, latinhas, palitos de churrasco, 132 canudos), além de fraldas, preservativos, chinelos, brinquedos, pedaços de madeira, banco de barco, pedaços de redes de pesca, anzóis, palitos de pirulitos, embalagens (salgadinhos, sorvetes e bala), sachês de ketchup, tampinhas de garrafas, lacres de alumínio, caixa A-Z, isopor, guardanapos, embalagem de cigarro, caixinha de suco, tampinhas de garrafas.
A jovem Maria Laura Prebianchi, 13 anos, foi uma das mentoras da limpeza ao se reunir com mais três amigas e propor uma ação. “Eu vi um documentário onde uma tartaruga morria ao engolir plástico e isso mexeu comigo”, relembrou. Sua mãe Ana Paula Prebianchi ficou encantada com a sugestão e correu atrás para que ela fosse viabilizada. “Estou muito feliz, valeu a pena porque tivemos mais voluntários que podíamos imaginar e ao mesmo tempo triste em ver que as pessoas ainda deixam seu lixo nas praias”. Ana Paula conseguiu apoio do Colégio Canópus, empresa Elo, M&M Empreendimento, Milk Shake Mix, Alfa 7 Comunicação Visual, mergulhadores profissionais do Scuba Diving, Supermercado Dia, JoyPay Meios de Pagamento, Instituto Sada Shiva e outros.
Nas outras praias participaram voluntários da Guarda Mirim Municipal e do time de futebol americano Ghost Ship, ONG Caraguatás Ambiental, com o apoio do Instituto Terra e Mar, ONG Acaju, Colégio Objetivo, Grupo de Pescadores do Massaguaçu, Instituto Federal de SP (IFSP) e Rotary Club.
Um grupo de moradores e veranistas da Associação Residencial Delfim Verde – SOS Lagoa Azul, na praia do Capricórnio recolheu 250 kg, entre pet, material de construção, pneu, pinos de droga entre outros.
São Sebastião

Em São Sebastião na região central do município as secretarias de Meio Ambiente, da Pessoas com Deficiência e do Idoso, e as escolas Machado Rosa e Henrique Botelho realizaram juntamente com militares da Marinha do Brasil, do Grupo Escoteiro do Mar Guaravita e do Ibama, a limpeza da Praia do Tebar e da orla da Rua da Praia. Ao todo foram recolhidos mais de 100 kg de resíduos, entre eles 270 bitucas de cigarro e mais de 311 pedaços de plástico. Na Enseada, os alunos do Projeto Garoçá e representantes da Secretaria de Turismo, fizeram a limpeza da praia e recolheram mais de 200 kg de lixo.

A ASCAM – Associação de Surfe Cultura e Ambiente de Camburi, com  participação de 70 voluntários, retiraram cerca de 19.162 resíduos, totalizando aproximadamente 235,210 kg de materiais dos mais diversos tipos, sendo o plástico o item mais encontrado entre todos.

O Instituto Terra e Mar, o pioneiro na atividade da limpeza de rios e do mar, iniciou a primeira campanha no Litoral Norte no ano de 2.000, e este ano coletaram em 19 praias de São Sebastião 1.365 kg de lixo, com 542 voluntários. O Instituto aguarda os dados do recolhimento de mais 13 praias.

Ubatuba 

Em Ubatuba as ações foram organizadas na região do Itaguá e na região Sul de Ubatuba por diversos parceiros como o Instituto Argonauta, o Projeto Tamar, o Aquário de Ubatuba, Afro Surf, Marsul, Associação Terra do Manguezal e do Guaiamum e o Moto Clube da região Sul, e contaram com a participação das escolas municipais e o apoio das secretarias de Educação e de Meio Ambiente. Um dos destaques foi a atividade de limpeza da margem do rio da Laje, em frente à Escola Nativa do Sertão da Quina, que reuniu crianças do terceiro ano sob orientação da coordenadora pedagógica Odileuza e das professoras Carmen e Flávia. Em meia hora de atividade, foram recolhidos seis sacos de lixo de 100 litros, totalizando 42 kg, e até uma escada de ferro que estava jogada no rio. Nas praias da Caçandoca, Maranduba e Lagoinha (manguezal) foram coletados um total de 240 kg de resíduos sólidos.

O  Aquário de Ubatuba, Projeto Tamar e Instituto Argonauta, realizaram o mutirão de limpeza na praia do Itaguá e Iperoig, com a participação de cerca de 300 voluntários. A mobilização voluntária teve por objetivo conscientizar as pessoas sobre a problemática do lixo no mar e fez parte da #SemanaMaresLimpos 2019, promovida pela campanha Mares Limpos, da ONU Meio Ambiente, em comemoração ao dia mundial de limpezas de praias. Foram distribuídos materiais de coleta de dejetos e luvas para todos os participantes.  Essa campanha teve como foco o microlixo. Foram retirados 43 Kg de resíduos sendo, na grande maioria, microplásticos, um dos mais prejudiciais à vida marinha e ao ser humano. Será feita uma auditoria das principais marcas responsáveis pelos plásticos e resíduos e, por fim, os resultados serão divulgados para apontar e conscientizar sobre as responsabilidades das marcas.  A atividade reuniu indivíduos e as seguintes escolas: E.M. Altimira, EMEI Bessi, EMEI Dinorah, E.M. Nativa Fernandes de Faria, Cooperativa Educacional de Ubatuba e jovens do programa “Nosso Papel de Futuro”.  Para fechar com chave de ouro, todos os participantes receberam um convite para visitar o Aquário de Ubatuba.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: