Cidades Ubatuba

Associações de Ubatuba protocolam ofício solicitando suspensão de audiência pública sobre o Plano Diretor

Jurandir: Presidente da Associação Quilombola do Camburi. Silvia: Tamoio de Ubatuba. Vinícius Vasconcelos: vice-presidente Ubatuba Sim, Siri: Associação Cunhambebe, Dra. Nathalia: Associação de Amigos e Moradores da Enseada (AME)

Organizações de Ubatuba estiveram nesta sexta-feira (26) na Prefeitura, Câmara e Fórum da cidade para protocolar ofício, que solicita a suspensão da audiência pública marcada para segunda-feira (29). O documento também solicita a retirada do Projeto de Lei nº 08/2021, que altera a Lei Municipal nº 711/1984 (Plano Diretor Físico do Município de Ubatuba) e propõe o aumento da quantidade de pavimentos nas edificações do município.

O ofício foi entregue após a união de mais de 50 grupos, associações e comunidades que entendem que nenhuma alteração deveria ocorrer no momento, já que o ideal é promover a revisão do Plano Diretor.

Um trecho do documento pontua: “esclarecemos, desde já, que as entidades e organizações aqui representadas, defendem o desenvolvimento de nosso município com a geração de emprego e renda para a população, mas, de forma planejada, integrada e sustentável. Não é admissível insistir na torpe visão do desenvolvimento à qualquer preço e condição” diz o comunicado.

Desde que a gestão municipal anunciou a audiência pública para às 14 horas de segunda-feira (29), o grupo de associações vem se mobilizado para participar da sessão. Um abaixo-assinado online foi realizado pelos munícipes, além de uma reunião com o advogado da Câmara Municipal, Gustavo Café, na segunda-feira (22), para analisar, discutir e entender como está sendo tramitado o Projeto de Lei 08/21 de autoria do executivo municipal e apresentado à Câmara Municipal de Ubatuba.