Caraguatatuba Cidades

Caraguatatuba registra primeira morte por H3N2 e adia eventos municipais deste mês de janeiro

Caraguatatuba registrou a primeira morte por H3N2 nesta terça-feira (12). De acordo com a Secretaria de Saúde, a vítima era um adolescente, de 17 anos, que veio a óbito no dia 30 de dezembro de 2021.

O óbito por H3N2 foi confirmado pelo Instituto Adolf Lutz (IAL). Outros dois casos da doença também foram informados, além de um para influenza sem identificação. Nenhum deles veio a óbito.

Considerando a situação, somada ao aumento expressivo dos números de casos de Covid-19 dos últimos dez dias, a Prefeitura resolveu adiar os eventos municipais. Com isso, o ‘Arena Verão Esportiva’, o evento com músicos locais ‘Vem pro Som’ e o ‘Desafio de Gigantes’ não serão mais realizados neste mês de janeiro.

A Secretaria de Saúde informou que, em dez dias, 700 casos de Covid-19 foram registrados por meio de testes realizados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e laboratórios particulares.

Eventos particulares, com shows previstos para acontecerem ainda neste mês na cidade, também tiveram parecer negativo da Secretaria de Saúde e não poderão ser realizados.

Além do avanço das doenças, o funcionalismo público também segue prejudicado, com diversos servidores afastados por conta da Covid-19 e H3N2, inclusive médicos. O adiamento dos eventos ajuda a evitar problemas no atendimento da população.

A Prefeitura de Caraguatatuba mais uma vez não mediu esforços para passar por este momento, ampliando o atendimento nas unidades de saúde. A fiscalização segue rígida aos protocolos sanitários, conforme as atividades permitidas pelo Plano São Paulo.

Importante reforçar à população a necessidade de manter o uso de máscaras, não realizar ou participar de aglomerações e sempre fazer uso de álcool em gel.

Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba