Cidades Notícias

Coluna “Momento Psico”: Você sabe o que é Síndrome de Guillain-Barré? Pois é desta Síndrome que falarei hoje

O que é a Síndrome de Guillain-Barré

Não se conhece a causa específica da síndrome. No entanto, na maioria dos casos, duas ou três semanas antes, os portadores manifestaram uma doença aguda provocada por vírus (citomegalovírus, Epstein Barr, da gripe e da hepatite, por exemplo) ou bactérias.

A síndrome de Guillain-Barré, também chamada de doença de Guillain-Barré ou de SGB, é uma situação grave e bastante rara. Nesta síndrome o sistema imunológico passa a atacar os nervos que fazem parte do sistema nervoso periférico, causando graves sintomas no paciente, como falta de reflexos e forte fraqueza muscular.

Sintomas da Síndrome de Guillain-Barré

Os sintomas da síndrome de Guillain-Barré começam por meio de uma dormência ou de um formigamento que é sentido nas extremidades do corpo, como as mãos e os pés.

Os sintomas da síndrome de Guillain-Barré podem incluir, ainda:

– dor lombar ou nas pernas;
– fraqueza progressiva dos músculos, que surge de fora para dentro (primeiro as extremidades, depois os braços e pernas, depois o abdômen até atingir cabeça e pescoço);
– redução ou ausência dos reflexos musculares;
– pressão arterial baixa;
– alterações da sensibilidade da pele;
– cãibras constantes;
– perda da coordenação motora;
– arritmia; e
– dificuldade para movimentar o rosto.

Como pode surge esta Síndrome?

Embora ainda não se saiba a verdadeira causa, tem sido encontrada em pessoas que tiveram várias infecções.
Muitos vírus e bactérias já foram associados temporalmente com o desenvolvimento da Síndrome de Guillain-Barré, embora em geral seja difícil comprovar a verdadeira causalidade da doença. O diagnóstico é dado por meio da análise do líquido cefalorraquidiano (líquor) e exame eletrofisiológico.

Tratamento

A síndrome de Guillain-Barré não tem cura, sendo necessário fazer tratamentos que aliviem os sintomas e impeçam o avanço da doença. Por isso, é essencial que o diagnóstico dessa condição médica seja feito o mais rapidamente possível.
Podem ser necessárias terapias complementares, como a fisioterapia, como forma de recuperar a força muscular.

Alessandro Marcel de Carvalho

Gostou da matéria?

Toda semana abordarei um tema importante. Não perca!!!

Acesse meu Instagram e acompanhe as postagens.

Instagram: @psicomarcel73
Facebook: psicomarcel73