Caraguatatuba Cidades

Concessionárias de rodovias reforçam mensagem para evitar viagens no feriado

As 20 concessionárias que operam os 9,8 mil quilômetros de rodovias concedidas do Estado de São Paulo, entre elas, a Concessionária Tamoios, estão reforçando as mensagens aos motoristas para que mantenham o isolamento como forma de prevenção à disseminação do coronavírus durante o fim de semana prolongado do feriado de Sexta-Feira Santa e Páscoa.

A importância da manutenção do isolamento durante as comemorações foi reforçada na quarta-feira (8) pelo Governador João Doria em coletiva à imprensa no Palácio dos Bandeirantes. “Não se dirijam, especialmente, ao litoral. Se puderem, fiquem em casa. Quem ficar em casa estará mais seguro, mais protegido”, afirmou o Governador. Doria salientou, ainda, que as praias estão fechadas. “Nenhum acesso às praias está permitido”.

Desde o início da quarentena, as concessionárias de rodovias têm exibido frases em seus painéis eletrônicos de mensagens sobre as formas de prevenção ao coronavírus, como orientações para lavar as mãos e evitar aglomerações.

Na terça-feira (7), as empresas passaram a veicular a orientação “Evite viagens desnecessárias”, já com foco no fim de semana prolongado. As redes sociais das concessionárias também reforçam a comunicação. A partir desta quarta-feira (8), os 388 painéis passaram a mostrar cinco novas mensagens específicas para o período da Páscoa, com as seguintes frases:

• A quarentena foi prorrogada até 22 de abril. Fique em casa!

• Nesta Páscoa, cuide da sua saúde e da sua família. Fique em casa!

• Neste feriado, respeite a quarentena, fique em casa!

• No Páscoa, se puder, não viaje. Siga a quarentena e fique em casa!

• Neste feriado, não viaje. Cuide da saúde da sua família. Fique em casa!

Serviços mantidos. Mesmo com a recomendação para se evitar as viagens durante a quarentena, e com a redução do tráfego nas rodovias desde o início do isolamento, as 20 concessionárias de rodovias do Estado de São Paulo mantêm suas equipes a postos para a prestação de serviços essenciais aos usuários, como socorro mecânico, guincho e ambulância, além das equipes de monitoramento dos Centros de Controle Operacionais (CCOs) e da manutenção da malha, com serviços de conservação do pavimento e sinalização.

Atendimento aos caminhoneiros. Durante o período de combate ao coronavírus, além de manterem os atendimentos previstos nos contratos de concessão, as operadoras de rodovias do Estado de São Paulo ampliaram a atenção aos caminhoneiros, responsáveis por serviços essenciais e estratégicos durante o combate ao covid19, como a manutenção do abastecimento aos mercados e o transporte de insumos médicos e hospitalares.

As concessionárias iniciaram na semana passada um programa para a distribuição de 25.850 etiquetas eletrônicas para pagamento de pedágio nas cabines automática onde não há contato com os operadores das praças. A ação é uma parceria com as operadoras do modelo de pagamento automático de São Paulo e não será cobrada taxa de adesão. Nesse período de quarentena, 64% dos pagamentos de pedágio nas rodovias paulistas já estão sendo feitos nas cabines automáticas.

Alimentação e saúde – Antes disso, as operadoras de rodovias já haviam adotado e mantém outras medidas de apoio à categoria como parcerias com postos de serviços das rodovias para oferecer banhos gratuitos aos caminhoneiros, distribuição de lanches e marmitex e criação de pontos de apoio onde recebem kit higiene e é possível medir a temperatura e ter encaminhamento para unidades de saúde em caso de suspeita de contaminação.

Canal de Denúncias – Foi criado também um Canal de Denúncias através do qual todo caminhoneiro poderá reclamar ou relatar uma situação ocorrida nas rodovias – como um bloqueio ou serviços essenciais fechados, por exemplo. O canal funciona pelo 0800 055 5510 (24 horas) e pelo e-mail: abastecimentoseguro@sp.gov.br.

Áreas de descanso – O Estado de São Paulo suspendeu por 90 dias a pesagem dos caminhões nas rodovias estaduais. A decisão agiliza a circulação de produtos e protege os profissionais evitando o contato direto entre motoristas e funcionários que operam as balanças. Com isso, as concessionárias paulistas de rodovias passaram a usar alguns dos postos de fiscalização como áreas de descanso para os caminhoneiros ampliando esse atendimento.

Acesso aos domingos – Outra medida anunciada a favor dos caminhoneiros, para garantir o funcionamento da malha rodoviária paulista e, consequentemente, todo o sistema de escoamento de produtos, foi a liberação do acesso de caminhões aos domingos à tarde na chegada pelas rodovias a São Paulo. Antes esse acesso era restrito devido ao grande fluxo de veículos que retornam para a Capital no final de semana.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: