Caraguatatuba Cidades

Covid: Hospital Regional tem 40% dos leitos UTI ocupados

A secretaria estadual de Saúde não descarta a possibilidade de encaminhar paciente graves do novo coronavírus de outros municípios para os hospitais regionais do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

 

Segundo a secretaria, conforme fluxo estabelecido pelo Ministério da Saúde, a indicação é que os pacientes procurem serviços da atenção primária, como as UBSs, pois são a porta de entrada dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Os casos mais graves, que requerem internação, podem ser encaminhados para hospitais de referência, como o Hospital Regional do Litoral Norte, aberto antecipadamente pelo Governo do Estado para atuar como referência de atendimento exclusivo à COVID-19.

 

Segundo a secretaria, a região do Vale do Paraíba conta com serviços SUS aptos a atender casos de COVID-19. Tanto é que, até o dia de ontem, a taxa geral de ocupação na rede de saúde de Taubaté é de 44,8% dos leitos de enfermaria e 59,8% dos leitos de UTI reservados para COVID-19 e que  portanto há condições de assistir pacientes.

 

A secretaria informou ainda que a unidade do HR que está localizada em Caraguatatuba, pode receber casos de municípios do Vale do Paraíba, com suporte da Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde).

 

O HR de Caraguatatuba conta com 30 leitos reservados para coronavírus, sendo 20 de UTI e dez de enfermaria. Neste momento, a sua taxa de ocupação é de 40% (8) na UTI e 40% (4) na enfermaria.

 

Balanço acumulado até 30 de junho no HR de Caraguatatuba contabiliza 63 pacientes atendidos com suspeita ou confirmação de COVID-19, dos quais 33 pacientes já se recuperaram e tiveram alta.

 

Segundo a secretaria, até essa data, houve confirmação da morte de 12 pacientes por complicações da COVID-19. A Secretaria de Estado da Saúde se solidariza com as famílias destes e de todas as demais vítimas do coronavírus do Estado de São Paulo e do Brasil.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: