Caraguatatuba Cidades

Cruzeiro do Sul Educacional demite professores em faculdades de São Sebastião e Caraguatatuba

 

O grupo Cruzeiro do Sul responsável pela faculdade São Sebastião, em São Sebastião e o Centro Universitário Módulo, em Caraguatatuba, teria demitido 21 professores das duas instituições na segunda-feira(29).

Segundo informações, foram demitidos seis professores da Faculdade São Sebastião e 15 do Centro Universitário Módulo.

As demissões, em plena pandemia do novo coronavírus, surpreendeu os docentes demitidos.

Segundo consta, a instituição não teria aceitado reduzir o valor das mensalidades com a justificativa de que iria preservar os empregos dos professores.

Cruzeiro do Sul

A instituição encaminhou uma nota ao Tamoios News sobre as demissões feitas em suas unidades. Na nota, a instituição não confirmou quantos docentes foram demitidos em São Sebastião e Caraguatatuba, mas aborda de uma maneira geral as dispensas ocorridas em todas as unidades do grupo educacional. Confira:

A Cruzeiro do Sul Educacional, uma das maiores organizações educacionais do Brasil, reconhecida por seus indicadores de qualidade no ensino e na pesquisa, atua desde 1965 no desenvolvimento e na formação de profissionais e cidadãos.

 Durante os 55 anos de desenvolvimento deste projeto e da construção desta organização, sempre foi absoluta e intransigentemente fiel aos seus compromissos com a educação e seus alunos, parceiros, fornecedores, colaboradores e o poder público. Em todas estas décadas, nunca deixou de observar a pontualidade quanto aos seus compromissos e nem colocou de lado sua responsabilidade por cada colaborador.

 Neste momento triste e sem paralelos de crise mundial que se abateu sobre o Brasil desde meados de março e atinge a praticamente todos os setores da economia, a Cruzeiro do Sul Educacional tem evitado tomar medidas mais drásticas, mesmo sofrendo com o aumento expressivo da inadimplência e da evasão, resultados do impacto da pandemia no emprego e na renda de seus alunos e famílias.

 Mas o agravamento e prolongamento da crise econômica, somados às incertezas quanto ao próximo semestre, levaram o grupo a adotar uma adaptação de custos, inclusive e inevitavelmente de pessoal, de modo a manter e preservar minimamente a saúde financeira, a qualidade de sua operação e a pontualidade dos seus compromissos, assim como – e principalmente – os milhares de empregos que continuarão a ser gerados em um futuro que se espera próximo e melhor.

 A Cruzeiro do Sul Educacional reconhece e agradece a valiosa contribuição dos colaboradores que estão, neste momento difícil para todos, sendo desligados. Ao mesmo tempo, tem a certeza de que continuará a desenvolver o projeto com ainda mais afinco, assim como tem realizado ao longo dos últimos 55 anos, para que este momento excepcional seja breve e que a retomada seja vigorosa, bem como demande um número muito maior de contratações.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: