Caraguatatuba Cidades

Doria lança o Plano São Paulo para retomada das atividades econômicas no estado

Doria terá videoconferência com prefeitos do Litoral Norte nesta quinta(30).

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira(22), em entrevista coletiva concedida, no Palácio dos Bandeirantes, a retomada das atividades comerciais no estado a partir do dia 11 de maio. O Plano São Paulo, anunciado pelo governador, prevê a liberação das atividades de maneira regionalizada e setorial.

Doria fez questão de destacar que São Paulo não parou durante a quarentena pois 75% de suas atividades foram mantidas. Segundo o governador a reabertura econômica será gradual e baseada na ciência. A quarentena continua em vigor até o dia 10 de maio.

O governador parabenizou as cidades de São sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba pela taxa de isolamento social registrado no feriado. Nesta terça-feira(21), as três cidades atingiram índices de 67%, 64% e 61%, respectivamente, superando a média do estado que foi de 57%.

Sobre a ação de municípios, como São José dos Campos, que decidiram quebrar a quarentena e liberar as atividades comerciais, Doria disse que não é prudente romper a quarentena antes do dia 10 de maio. Ele afirmou que acompanha o movimento nos municípios, mas se não respeitarem a quarentena pelo diálogo, poderá agir legalmente.

O prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth, do mesmo partido do governado,  divulgou que irá liberar o comércio a partir do dia 27. Ele foi procurado pelo secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, para rever sua decisão, que também vem sendo questionada pelo Ministério Público Estadual.

O secretário estadual de  Saúde, José Henrique Germann, apresentou os números atuais da covid-19 no estado de São Paulo. São 15.385 casos confirmados e 1.039 mortes. No Brasil são 43.079 casos e 2.741 mortes pela doença.

Segundo Germann, existem 1.284 pessoas internadas em UTIs e 1.341 em enfermarias. Segundo ele, existe uma previsão de que as mortes por coronavírus no estado cheguem a 3 mil até o dia 3 de maio.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, explicou que o Plano São Paulo será implantado visando sempre a preservação de vidas e a retomada das atividades econômicas será regionalizada e setorial.

Os critérios, segundo ela, serão baseados no acompanhamento da disseminação do vírus, na capacidade do sistema de saúde dos municípios e no monitoramento do vírus nessas cidades.