Caraguatatuba Cidades

Governo de São Paulo divulga situação dos municípios com relação ao covid-19

Litoral Norte está na fase 2- Laranja

O Governador João Doria apresenta nesta sexta-feira (24), às 12h45, no Palácio dos Bandeirantes, informações sobre o combate ao coronavírus (COVID-19). Doria deve informar, também, a situação de cada região do estado com relação a flexibilização, ou seja, quais região poderão avançar de fase ou retroagir, de acordo com os números da pandemia.

A retomada consciente dos setores da economia começou a funcionar em 1º de junho. O estado foi dividido em 17 Departamentos Regionais de Saúde, que estão categorizados segundo uma escala de cinco níveis de abertura econômica.

Cada região pode reabrir determinados setores de acordo com a fase em que se encontra. As regras são: média da taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivas para pacientes com coronavírus, número de novas internações no mesmo período e o número de óbitos.

O Litoral Norte está incluído na DRS-17 de Taubaté. Desde o início do Plano São Paulo, as quatro cidades da região estão mantidas na fase 2-Laranja.

Apesar de estarem incluídas na fase 2, as prefeituras permitiram a reabertura de hotéis, restaurantes, bares e até academias, que de acordo com o plano só poderiam ser liberados a partir da fase 3- Amarela.

O Plano São Paulo dá autonomia para que prefeitos diminuam ou aumentem as restrições de acordo com os limites estabelecidos pelo Estado, desde que apresentem os pré-requisitos embasados em definições técnicas e científicas.

Os números de casos e de mortes continuam crescendo no Litoral Norte. Nesta sexta-feira(24), a região contabiliza 2.521 casos confirmados e 87 mortes.

Em Caraguatatuba, maior cidade da região, nesta sexta-feira(24), a taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 42% e dos leitos de enfermaria de 34%.

Com relação a reabertura de restaurantes e bares pelas prefeituras das cidades que permanecem na fase 2- Laranja, o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, em entrevista à imprensa tem deixado claro que o Plano São Paulo estabelece a flexibilização de acordo com o risco que tem cada região na pandemia.

Segundo ele, as  regras são muito claras e valem para todas as cidades do estado de São Paulo. Vinholi afirmou ainda que  governo do estado vem analisando com cautela com prudência com responsabilidade as regras para todos os setores.

O secretário comentou ainda que o estado está preocupado com a economia, mas ela anda lado a lado com questões de saúde. Ele reafirmou que regras estabelecidas pelo Plano São Paulo para este momento são essas, que esse modelo tem dado certo e, sem alteração para bares e restaurantes, no que tange aos estabelecido pelo Plano São Paulo neste momento.