Cidades Ilhabela

Ilhabela pretende recuperar área do antigo aterro e transformar em Viveiro Municipal e Usina de Compostagem 

A Prefeitura de Ilhabela trabalha atualmente na maior obra ambiental do litoral paulista, com a recuperação da área do antigo aterro, localizado no bairro da Água Branca. O objetivo é que o local seja transformado em breve no Viveiro Municipal e Usina de Compostagem.

O Prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, exaltou a transformação do local em tão pouco tempo. “Quem veio aqui nos primeiros dias e vê hoje parece que está em outro lugar. Este projeto irá marcar uma nova fase nesta área, que já foi tão prejudicada”.

Na manhã desta quinta-feira (25/11), o secretário de Governo de Ilhabela, Cezar De Tullio acompanhado do secretário de Meio Ambiente, Xico Graziano, estiveram no local para vistoriar o andamento da obra, que está em processo de finalização das exigências do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), firmado em 2004 entre o Ministério Público, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e a Prefeitura de Ilhabela.

“Estas ações fazem parte de um importante passo no processo de recuperação do aterro da Água Branca. Em breve, teremos uma área totalmente descontaminada”, destacou o secretário de Governo, Cezar De Tullio.

O secretário de Meio Ambiente, Xico Graziano, explicou sobre o atual processo que está a área do aterro. “A Cetesb fez as exigências para finalizar o TAC antigo e tais exigências significam dar estabilidade ao maciço, onde trabalhamos atualmente no rebaixamento da cota, preparação dos taludes, além da futura drenagem e vegetação com aproximadamente 12 mil m² de grama. Após esse processo, iremos solicitar à CETESB que nos autorize a utilizar essa área para outra finalidade, que será o Viveiro de Mudas e uma Usina de Compostagem. A área será reconhecida como não contaminada e liberada pelo sistema ambiental”, declarou Graziano.

Em junho deste ano, como parte deste processo, foram plantadas 80 árvores das espécies: Farinha seca (11), Embaúba (10), Ipê amarelo (9), Pau cigarra (8), Jacarandá (6) no local.

“O terreno do viveiro vai triplicar, com isso, teremos um dos maiores viveiros da Mata Atlântica do Brasil”, finalizou o secretário de Meio Ambiente, Xico Graziano.

Fonte: Prefeitura Municipal de Ilhabela