Cidades São Sebastião

Incêndio destrói residência na Enseada, em São Sebastião

Ao deixar a sua residência que fica no bairro da Enseada, em São Sebastião, para passear em Caraguatatuba na noite da última sexta feira dia 30 de julho, a caiçara Jéssica Luiza de Campos, de 28 anos, foi surpreendida com a ligação de vizinhos que informaram que sua casa estava pegando fogo.

Ao chegar no local viu carros do Corpo de Bombeiros e os vizinhos ajudando a apagar o fogo. “No quarto destruiu tudo. Não sobrou nada. Até o telhado, que era de telha caiu. Na sala, cozinha e banheiro danificaram as paredes, o que abalou a estrutura da casa. Tirando a geladeira, que perdi no incêndio, consegui salvar os móveis dos demais cômodos”, conta Jéssica.

Segundo ela, a residência não tinha nenhum problema de instalação elétrica e ela não se recorda de ter deixado nada ligado, somente alguns eletrodomésticos na tomada, o que é comum. A casa é própria e fica na Rua Canadá, na Enseada.

Jéssica, que no momento está desempregada, morava no local com seus três filhos. Dois meninos, um de seis e outro de nove anos e uma menina, que tem 12 anos. Na noite do incêndio Jéssica estava com o filho mais novo, que tem 6 anos. Os outros dois filhos estavam na casa da avó.

“Vou ficar na casa da minha irmã, que mora ao lado da minha casa, por enquanto, até eu conseguir arrumar a minha casa. Ela que está me apoiando nesse momento. Não sei como vou fazer pra arrumar tudo que o fogo destruiu. Estou perdida!”, emociona-se.

Ela conta que não recebeu nenhuma ajuda ainda, que poucas pessoas souberam do incêndio e está sem saber qual rumo tomar. “Não recebi nenhuma doação ainda. Ficou de vir um pessoal aqui na casa da minha irmã amanhã, segunda-feira. Como eu tinha ido passear estava com uma bolsa com algumas peças de roupa. São essas roupas que estamos usando”, explica.

Jéssica disse que a casa está interditada. “Os Bombeiros disseram que existe perigo de cair as demais paredes da casa. Ainda não mexi com nenhuma providência sobre o incêndio. Vou até a Delegacia de Polícia amanhã para registrar Boletim de Ocorrência e solicitar que a Defesa Civil vá até o local”, informa.

As pessoas que puderem ajudar de alguma forma podem entrar em contato com Jéssica pelos telefones (12) 99658-3951 e (12) 99610-7700.