Cidades São Sebastião

Porto de São Sebastião é o 11º no país em Índice de Desempenho Ambiental(IDA)

O Porto de São Sebastião obteve a 11ª colocação no Índice de Desempenho Ambiental(IDA) de 2019, realizado pela Gerência de Meio Ambiente e Sustentabilidade (GMS), da Antaq(Agência Nacional de Transportes Aquaviários). A Antaq divulgou o resultado na última quinta-feira(13).

Entre os 31 portos pesquisados, o melhor classificado foi o porto de Itajaí(SC), que obteve IDA de 99,47. Em São  Paulo, o porto de Santos obteve índice de 94,28, ficando em quarto lugar no ranking.

O porto de São Sebastião ficou na 11ª classificação no ranking, com IDA de 82,59. Na avaliação anterior, feita em 2018, o porto sebastianense ficou na 7ª colocação, com IDA de 83,15.

Foi a décima primeira edição da avaliação para portos públicos. O IDA, aplicado desde 2012 pela Gerência de Meio Ambiente e Sustentabilidade (GMS), é a principal ferramenta para avaliação da gestão ambiental de instalações portuárias reguladas pela Antaq.

IDA

O Índice de Desempenho Ambiental (IDA) da ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), implementado em 2012, é um número que mede o grau de atendimento às conformidades ambientais por parte dos portos públicos e privados do Brasil. Composto por até 38 indicadores, ele inclui questões relacionadas a requisitos legais vigentes no país e boas práticas ambientais de referência internacional. Os seus indicadores possuem pesos diferenciados distribuídos com o auxílio da metodologia de tomada de decisões AHP (Analytic Hierarchy Process) e estão agrupados em quatro categorias de acordo com sua natureza. São elas: econômico-operacionais, sociológico-culturais, físico-químicos e biológico-ecológicos.

Atualmente, o IDA avalia com periodicidade anual 31 portos públicos e próximo de uma centena de terminais de uso privado, com expectativas de ampliação desses números. O preenchimento se dá por meio de questionário eletrônico por usuários credenciados na instalação portuária e as respostas são posteriormente validadas por especialistas da Agência.

Os resultados do IDA têm auxiliado na orientação de políticas setoriais, bem como permitido identificar medidas de gestão bem-sucedidas a serem compartilhadas entre as instalações portuárias, além de terem baseado estudos acadêmicos e técnicos, contribuindo de uma maneira geral para uma maior transparência de gestão e, de maneira primordial, servido como um mecanismo de acompanhamento de evolução da gestão socioambiental portuária do país

Um dos desdobramentos importantes do IDA é a contemplação de destaque no Prêmio ANTAQ de Sustentabilidade Aquaviária para as instalações com melhor índice e maior evolução de índice. Na ocasião das premiações, com edições ocorridas em 2016 e 2017, foram agraciados os melhores resultados. Além desse reconhecimento, a implementação das Agendas Positivas com os portos se mostrou expressivamente benéfica, por meio das quais a série histórica de resultados de instalações selecionadas são trabalhadas individualmente junto da Agência Reguladora e órgãos intervenientes nas instalações portuárias com o objetivo de aprimorar questões apontadas pelo IDA como gargalos para a melhoria de seus índices.

O Índice de Desempenho Ambiental da ANTAQ é uma ferramenta de diagnóstico da qualidade de gestão ambiental portuária que já se torna referência no setor, auxilia tomadores de decisão e impulsiona as instalações portuárias no sentido da adequação à legislação vigente no país e às melhores práticas de gestão.

Confira a classificação dos portos brasileiros:

Posição Instalação IDA
1 Itajaí 99,47
2 Paranaguá 98,65
3 Itaqui 97,15
4 Santos 94,28
5 Terminal Portuário do Pecém 93,32
6 Santarém 87,68
7 São Francisco do Sul 86,57
8 Suape 85,40
9 Belém 83,82
10 Vila do Conde 82,77
11 São Sebastião 82,59
12 Aratu 81,66
13 Rio Grande 76,10
14 Fortaleza 70,56
15 Ilhéus 69,55
16 Imbituba 67,98
17 Salvador 67,78
18 Vitória 67,28
19 Recife 64,44
20 Maceió 59,99
21 Cabedelo 59,43
22 Niterói 57,88
23 Rio de Janeiro 57,68
24 Itaguaí 56,88
25 Angra dos Reis 52,77
26 Pelotas 44,44
27 Santana 40,37
28 Porto Velho 39,98
29 Forno 36,47
30 Porto Alegre 31,17
31 Natal 27,97

error: Alerta: Conteúdo protegido!