Cidades Ilhabela

Prefeitura fará testes por amostragem para apurar situação da covid-19 na Ilha

Trata-se de um grande inquérito epidemiológico na população de Ilhabela. Consiste na coleta de exames de teste rápido (detecção de anticorpos), em forma de amostragem com significância estatística (intervalo de confiança de 95%), fornecendo dados sobre a prevalência de anticorpos contra o SARS-CoV-2 (vírus responsável pela COVID-19) na cidade. Ou seja, o inquérito é capaz de fornecer a informação de qual parcela da população já teve contato prévio com o vírus.

A intervenção será entre os dias 30/06/20 e 01/07/20 com 105 moradores selecionados de forma randomizada (aleatória), respeitando na amostra a proporcionalidade da população de cada bairro. A randomização foi feita através do banco de dados dos usuários do sistema de saúde do município.

 

Ilhabela registra 174 casos de covid-19 e investiga outros 58 casos suspeitos. Duas pessoas já morreram da doença no arquipélago. A prefeitura já teria aplicado 1.500 testes até o momento. A Barra Velha é  o bairro com o maior número de casos, são 48 até o momento. Moradores na faixa etária de 20 a 29 anos são os mais infectados, 35 casos.

O objetivo do inquérito é fazer um mapeamento mais preciso da progressão do vírus na cidade. Inclusive servindo de base para inquéritos futuros, com os quais possamos fazer a comparação dos resultados. Com isso podemos ter uma noção fidedigna da dispersão do vírus, podendo nortear as ações do município no que tange o controle da doença (medidas de isolamento social, ações no sistema de saúde, etc.).

O trabalho será feito pelos profissionais da saúde que atuam nas oito Unidades de Saúde da Família de Ilhabela. Após o consentimento esclarecido, o cidadão selecionado será submetido a uma breve entrevista sobre sinais, sintomas e antecedentes, e posteriormente terá a amostra de sangue coletada para ser realizado o teste rápido de anticorpos (modelo Medteste Coronavírus 2019-nCoV IgG/IgM). Os resultados individuais de cada teste serão informados de forma sigilosa somente ao participante que se submeteu ao teste.

Importante lembrar que em caso de positividade do teste não significa necessariamente que a pessoa esteja infectada com o vírus naquele momento, mas também que já teve contato com o mesmo (recente ou passado).

A contribuição da população na pesquisa epidemiológica é imprescindível para seu sucesso. Dessa forma, a Secretaria da Saúde espera contar com o apoio dos munícipes sorteados para que atendam as equipes de saúde, colaborem respondendo a entrevista de forma fidedigna e durante a realização do teste.

Oportunamente, logo que os dados forem compilados e tabelados, eles serão divulgados para a sociedade Ilhabelense como medida transparente e efetiva para o controle local da pandemia pelo coronavírus.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: