Cidades Ubatuba

Prefeitura pede ao MP a liberação do funcionamento de academias

Sato teve reunião com representantes das academias
O prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD), recebeu representantes de academia e escolas de dança para discutir a reabertura dessas atividades na cidade.
A reunião ocorreu na terça-feira(21), na prefeitura. O grupo reivindicava a reabertura das atividades do segmento em Ubatuba. Juntamente com o prefeito participaram da reunião membros do Comitê de Enfrentamento ao COVID 19 em Ubatuba e os vereadores Rochinha do Basquete e Junior.
O governo de São Paulo liberou a abertura de academias de ginástica em regiões que se encontram na fase amarela (3) do Plano São Paulo.
Ubatuba hoje está na região da fase laranja (2), não sendo portanto permitida a retomada das atividades desse segmento. Em Caraguatatuba e São Sebastião, cidades que permanecem na fase 2-Laranja, as prefeitura já liberaram as atividades com restrições.
Em Caraguatatuba, por exemplo, as academias, estúdios de personal training e afins deverão atender com 30% de sua capacidade, com prévio agendamento para os treinos de seus alunos, de modo que a lista esteja afixada em local visível na entrada do estabelecimento. Ao responsável pelo local cabe o cuidado de acompanhar, de modo especial, os alunos pertencentes ao grupo de risco. Permanece vedado qualquer atividade e/ou treino com contato físico. Nos intervalos de cada aula deverá acontecer a higienização completa dos ambientes e aparelhos e a circulação de ar deverá ser permanente, assim como o uso de máscaras por alunos, instrutores e funcionários.
Após ouvir a comissão, o prefeito Sato elaborou uma minuta de Decreto, na quarta-feira, 22, que foi encaminhada ao Ministério Público solicitando a volta das atividades por meio de atendimento individual dos alunos, obedecendo todos os protocolos sanitários vinculados ao setor. O documento solicita a volta das atividades para a próxima sexta-feira, dia 24.
Covid
Ubatuba registra 360 casos e 17 mortes pela Covid-19. A prefeitura investiga ainda 311 casos e uma morte suspeita. A cidade tem 16 pessoas internadas e 187 recuperadas da doença. Os bairros com maior número de caso são: Centro(52), Ipiranguinha(30), Estufa (27) e Itaguá(25).
error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: