Caraguatatuba Cidades

Prefeitura pede informações ao Estado sobre possíveis demissões no Hospital Regional do Litoral Norte

O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, encaminhou nesta segunda-feira (23/11) um ofício ao governador de São Paulo, João Dória, e a direção da Organização Social Instituto Sócrates Guanaes, pedindo informações sobre possíveis demissões que estariam ocorrendo no Hospital Regional do Litoral Norte instalado na cidade.

Desde o início do mês, a Prefeitura de Caraguatatuba tem recebido relatos diários de demissões nas áreas de segurança, limpeza e até de profissionais clínicos. Esses registros chegaram ao conhecimento da mídia local e regional.

O Hospital Regional do Litoral Norte foi aberto parcialmente em 30 de março deste ano apenas para atendimentos de casos de Covid-19. Hoje funciona com 20 leitos de UTI e 10 de enfermaria para combate ao novo coronavírus.

Segundo o prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, hoje existe uma clara e real necessidade de abertura de mais leitos para atender todas as cidades do Litoral Norte.

“Temos recebido relatos diários de demissões de funcionários nas mais variadas áreas, sendo que o ideal seria o contrário, ou seja, admissão de mais funcionários. Existe uma preocupação se formos atingidos por uma segunda onda da doença”, disse.

Ele esclareceu ainda que o Hospital Regional ainda não iniciou as atividades para aquilo que foi realmente projetado. “O projeto inicial era para 220 leitos nas mais diversas áreas e ainda abrigar os serviços para tratamento de Oncologia”.