Cidades Ilhabela

Prefeitura terá “fiscalização consciente” para tentar conter avanço da covid na Ilha

Foto: Ronald Kraag

Os casos de Covid-19 estão crescendo a cada dia em Ilhabela. A Ilha registra 505 casos e seis mortes. É a terceira cidade com mais casos no Litoral Norte, superando Ubatuba que tem 347 casos e 16 mortes. Ilhabela tem 34 mil habitantes e Ubatuba, cerca de 100 mil.

Os moradores se dividem sobre as causas do crescimento de casos e de mortes na Ilha. Alguns entendem que a reabertura da balsa, que completa um mês, seria o motivo. Antes da reabertura da travessia a cidade tinha 149 casos e duas mortes.

Outros, avaliam que a explosão de casos deve-se ao fato da maioria não respeitar o uso obrigatório de máscaras e o isolamento social. Um terceiro grupo entende que o aumento de casos de covid-19 deve-se a maior testagem feita pela prefeitura.

O secretário de saúde, Gustavo Barboni, que chegou a suspeitar que a abertura da balsa fez crescer os casos da doença, prefere cobrar um maior compromisso de moradores e turistas com os protocolos sanitários e o isolamento social.

Segundo ele, em reunião ocorrida na segunda-feira(20), o comitê de enfrentamento ao covid avaliou que não haveria necessidade de retroagir na flexibilização.

A prefeitura decidiu suspender a reabertura de academias e piscina. Os tours de jipe ou de barco estão proibidos, apesar do funcionamento de hotéis, pousadas e restaurantes.

O movimento de turistas em direção até Ilhabela tem crescido na travessia da balsa que no fim de semana, chegou a operar com seis embarcações.

As praias estiveram cheias e o centrinho da vila, onde estão localizados os restaurantes e bares, teve movimento acima do normal no fim de semana.

Segundo Barboni, a prefeitura, através da secretaria de Desenvolvimento e Turismo, irá distribuir folhetos e panfletos para conscientizar as pessoas que utilizam a travessia e também as praias.

A prefeitura também colocará carros de som para fazer o que ele define de “fiscalização consciente” para que moradores e turistas cumpram as normas de prevenção.

Nas redes sociais, os moradores se manifestam sobre o aumento de casos da covid. Para Therezinha Ramos, a reabertura da balsa que completa um mês não provocou a explosão de casos. Segundo ela, a reabertura permitiu a normalização dos negócios e da economia da Ilha. O importante é as pessoas fazerem a sua parte usando máscaras e mantendo o distanciamento social.

Para Ana Anoca, o aumento de casos e mortes é reflexo da reabertura das balsas. Segundo ela, é só olhar nos gráficos da covid. Nilva Santana cobra mais fiscalização pela prefeitura e polícia militar para evitar aglomerações e praias lotadas.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: