São Sebastião

Tempo quente e seco causa vários focos de incêndio em São Sebastião

Defesa Civil | PMSS
Defesa Civil | PMSS

Equipes de bombeiros tiveram que atuar no controle de vários focos durante o dia

Os focos atingiram várias regiões e foi preciso o apoio do Corpo de Bombeiros de Caraguatatuba no combate, assim como a Defesa Civil

Por Ricardo Hiar, de São Sebastião

Apesar desta terça-feira (26) ter amanhecido com temperaturas mais amenas, a segunda-feira (25) foi de calor intenso em todo o litoral norte, quase atingindo os 40 graus em alguns períodos do dia. 

A alta temperatura, aliada ao tempo seco, causaram diversos focos de incêndio na cidade de São Sebastião, o que gerou muitos transtornos, principalmente ligados às questões de saúde de pessoas, que acabaram inalando muita fumaça e precisaram buscar atendimento médico.

O Corpo de Bombeiros local foi acionado no período da tarde e tentou combater os focos, mas precisou solicitar reforço para o Corpo de Bombeiros de Caraguatatuba, da Brigada de Incêndio da Petrobras e a Defesa Civil de São Sebastião para controlar a situação. 

Os principais pontos atingidos estavam na região central do município, incluindo registros de incêndio em áreas de mata nos bairros Barequeçaba, Praia Grande, Topolândia, Topovaradouro, Pontal da Cruz, Portal da Olaria, Praia Deserta e São Francisco. 

O canal de São Sebastião ficou sob um vasto nevoeiro. A fuligem resultante das queimadas, que só foram controladas por volta das 22h, também invadiram e sujaram residências.

Conforme registro dos Bombeiros, além das pessoas que tiveram problemas respiratórios devido à fumaça, ninguém se feriu durante o incêndio, considerado de grandes proporções.

Segundo Carlos Eduardo Santos, chefe da Defesa Civil de São Sebastião, os focos mais intensos foram registrados no Morro do Araçá, na Praia Deserta e no Topovaradouro. “Combatemos o fogo com tudo o que tínhamos em mãos, vassouras, bruxas, vaps, baldes, mangueiras, enfim, a comunidade nos ajudou da melhor forma possível”, comentou.

As queimadas

Em tempos de calor excessivo e ar seco, a probabilidade de queimadas aumentam bastante. Por esse motivo, é importante ficar atento porque muitos dos focos de incêndio são causados pelo homem. Nesse caso, pequenos cuidados podem fazer toda a diferença.

Às vezes, por distração, jogando pontas de cigarro na beira de matas, ou ateando fogo em mata após a limpeza de uma área, sem o devido cuidado, um indivíduo pode gerar grandes incêndios. 

Os efeitos dessas queimadas são devastadores, provocando diversos danos ao ecossistema e às pessoas. O que começa como uma pequena fogueira, pode tomar proporções assustadores, atingir residências, exterminar animais.

Ainda há a dificuldade de combate, que explica-se pelo fato de que o comportamento do fogo é um processo bastante complexo e muito variável, de acordo com as condições locais no momento do incêndio. Essas podem ser alteradas rapidamente, mudando também as características do incêndio e a forma de combate. Fatores como vento, umidade do ar, topografia e altitude interferem bastante.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.