Cidades Notícias Ubatuba

Encontro de artesãos celebra diversidade e reafirma valores ancestrais como patrimônio cultural da humanidade

O III Fórum de Saberes Artesanais, contemplado pelo Prêmio PROAC 32/2020, ocorre em formato híbrido, online e presencial em diferentes pontos da cidade de Ubatuba, litoral norte de São Paulo. Nesta terceira edição, o evento ganha novos formatos, à medida que incorpora às atrações, a produção de Podcast, com um novo episódio divulgado todas às terças-feiras.

Além disso, o Fórum deste ano traz a I Mostra de Saberes Artesanais do Litoral Norte, que ocorre no Teatro Municipal da cidade de Ubatuba, de 09 de outubro a 07 de novembro. A Mostra tem por finalidade atribuir o caráter de exibição artística, para as mais diversas manifestações de artesanato, que por sua vez se reproduzem em diferentes artefatos.

“Queremos tirar o artesão da rua, das feiras, e chamar atenção para a importância de valorizar o artesão como um produtor de arte”, explica Carolina Labarca, artesã e produtora geral do III Fórum de Saberes Artesanais.

Com foco integral em tornar todas as frentes do Fórum acessíveis, esta edição conta com ambiente digital inclusivo. “Apenas cerca de 1,7% dos sites no Brasil têm recursos de acessibilidade. Além de democratizar o acesso ao evento, com verba destinada ao transporte e alimentação para populações vulneráveis, o Fórum tem como objetivo dar protagonismo às pessoas com deficiência”, diz Labarca.

Acostumados a terem que se adaptar às mais diferentes situações, por não haver estrutura e um olhar de empatia, no Fórum, as oficinas serão ministradas por pessoas que necessariamente apresentam alguma deficiência, como visão, fala, e mobilidade, por exemplo.

Ao todo são 120 artistas, que se apresentam na Sala de Exposições do Teatro Municipal de Ubatuba, localizado no centro histórico da cidade. As obras estão divididas em categorias: “adornos”, “acessórios” e “vestuários”; “decorativos”; “utilitários e/ou educativos”; “típicos/tradicionais”.

A I Mostra dos Saberes Artesanais do Litoral Norte vai premiar artistas vencedores das categorias descritas acima, de acordo com resultados a partir do voto popular e desempenho nas redes sociais. A premiação inclui valores em dinheiro, entre outros prêmios, todos concedidos por empresas e/ou instituições da região.

Entre elas estão Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba (FUNDACC), Banana Bamboo Ecolodge, Rota do Surf, Fundart – Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba, Padaria Integralle, Secretaria de Turismo de São Sebastião e pela Fundass – Fundação Educacional e Cultural Deodato Sant’Anna.

Serviço:

I Mostra de Saberes Artesanais do Litoral Norte

09 de outubro a 07 de novembro

Teatro Municipal de Ubatuba (Praça Exaltação da Santa Cruz, 22, no centro histórico).

Siga nossas redes:

https://www.instagram.com/forumsaberesartesanais/

https://www.facebook.com/forumsaberesartesanais

Sobre o III Fórum dos Saberes Artesanais

O III Fórum dos Saberes Ancestrais ocorre na cidade de Ubatuba, este ano em formato híbrido, com eventos presenciais, incluindo a Mostra, e a exposição dos trabalhos em ambiente on-line, através da principal plataforma do Fórum.

Além das oficinas, mesas-redondas, vivências e exposição, a terceira edição do Fórum apresenta o Podcast Saberes Artesanais, com novos episódios apresentados às terças-feiras, às 14h, no Spotify e Soundcloud. Os episódios são compostos por muita história trazida por meio de personagens emblemáticos, além de música e informação sobre o trabalho artesanal e as relações com a natureza, a região e a resistência cultural.

O Fórum este ano aborda temas relacionados ao impacto gerado pela pandemia de COVID-19, identidade cultural e regional, ferramentas on-line e a reinvenção da promoção do artesanato no isolamento social. Tudo sob a ótica dos saberes ancestrais e a relevância no aspecto antropológico na permanência das tradições.

Para acompanhar a exposição online acesse: https://saberesartesanais.com.br/exposicao/ Informações sobre os eventos presenciais:https://saberesartesanais.com.br/#Programacao

Indígenas, Quilombolas e Caiçaras

Com a presença marcante dos saberes ancestrais e tradições, as comunidades de povos originários como indígenas, quilombolas e os próprios caiçaras, compõem parte do acervo artístico a ser exibido na Mostra e contemplado no Fórum, em diferentes momentos do evento.

As aldeias Renascer, Boa Vista e Rio Bonito oferecem ao público uma verdadeira imersão na cultura indígena, por meio dos saberes e ancestralidades, impressos em cada uma das expressões artísticas, manifestadas em forma de objetos.

Os quilombos da Caçandoca, Fazenda e Camburi expõem artes que revelam a preservação da cultura quilombola remanescente, utilizando em sua maioria materiais da natureza.

Já o saber Caiçara está intrinsecamente relacionado à presença do homem junto ao Mar e como esta relação é apresentada por meio das manifestações artísticas produzidas por essa comunidade.

Prêmio PROAC, parcerias e objetivos do Fórum

O III Fórum Saberes Artesanais foi contemplada pelo Prêmio PROAC, com apoio da Prefeitura de Ubatuba, por meio das Secretarias de Educação e Turismo, FUNDART, ComTur, Instituto Argonauta e Associação de Amigos e Remadores da Canoa Caiçara (AARCCA), além das Prefeituras de Ilhabela, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, FUNDASS de São Sebastião e FUNDACC, em Caraguatatuba.

O FÓRUM tem como objetivo coordenar e desenvolver atividades que valorizem o artesão do litoral norte, para elevar o nível cultural, profissional, social e econômico. Afinal, entende-se que a produção de arte feita por artesãos tradicionais, sinaliza a utilização do conhecimento tradicional, desencadeando também o design contemporâneo.