Cidades Notícias São Sebastião

Polícia Civil solicita prédio da prefeitura em Boiçucanga para delegacia da Costa Sul

A Polícia Civil de São Sebastião enfrenta um impasse para manter sua base na costa sul da cidade. O proprietário do prédio onde desde 2008 está instalado o 2º Distrito Policial de Boiçucanga não renovou o contrato de aluguel com a prefeitura, vencido em dezembro, e quer o imóvel de volta. Segundo policiais, foi sugerido ao proprietário um contrato emergencial enquanto eles procuram um novo local, mas o dono não teria manifestado interesse.

Os policiais relatam dificuldade em encontrar um imóvel na mesma região em condições adequadas para alocar a delegacia. Para o delegado seccional do litoral norte, Múcio Alvarenga, uma solução possível seria transferir a unidade da Polícia Civil para o imóvel do antigo Pronto Atendimento de Boiçucanga (PA), localizado na Avenida Walquir Vergani, nº 1050.

O pedido de cessão do prédio já foi formalizado por meio de ofício assinado pelo delegado, protocolado dia 11 de janeiro no gabinete do prefeito Felipe Augusto (PSDB). “Tal imóvel encontra-se vago, sem destinação específica até o momento, tornando-se imperioso face ao interesse público a continuidade do imprescindível serviço de segurança pública prestado por esta Unidade na Costa Sul”, justifica o delegado no ofício direcionado ao prefeito.

Segundo o Dr. Múcio, a área de atuação do 2º DP de São Sebastião vai da praia de Toque-Toque Grande até Boracéia, com extensão aproximada de 50 quilômetros. Trata-se de uma área de importante interesse turístico para a cidade. O delegado explica que Boiçucanga é um bairro estratégico para a localização da Unidade por estar no meio dessa extensão.

Moradora de Barra do Say, Rosiane Teixeira considera um absurdo a Costa Sul ficar sem uma delegacia. “Imagina cada vez que precisar fazer um B.O. (presencial) ter que ir para o Centro? Imagina o desgaste dos profissionais que já precisam circular o dia inteiro, ainda terem que ir e vir do Centro? Costa Sul sem delegacia é como uma pessoa sem um braço. O prefeito poderia se empenhar e colaborar entregando o antigo PS para delegacia ou, sei lá, de repente haja um outro prédio em que seja possível instalar a delegacia.”

Um empresário de Maresias defende que a delegacia se instale no bairro. “O posto de saúde de Maresias na Alameda Água Branca está desativado e seria ideal para ter o 2º DP. Tem espaço e localização ideal central do distrito de Maresias. Grupo de empresários daqui de Maresias se comprometeram em reformar imediatamente sem custos para o município. Os moradores preferem a delegacia em vez de um museu do surf”, opinou.

“Não será liberado”

Durante uma live na noite de terça-feira (19), o prefeito de São Sebastião comentou a questão. Felipe disse que recebeu o ofício do delegado, mas que não tem o que fazer pois afirma que a prefeitura não tem imóveis disponíveis. O prefeito reagiu ao comentário de uma internauta que sugeriu liberar o prédio do antigo PA de Boiçucanga para a delegacia: “Não! Não será liberado”, respondeu. 

“Aquele prédio, está previsto receber o Agiliza da região Sul, com Sabesp, EDP, Ciretran, todo o atendimento dos serviços municipais para que o cidadão que mora na região sul não necessite vir até o centro”, disse Felipe.

“Foi tomada uma decisão dentro do Comitê de Enfrentamento, validada pelo Gabinete, de que aquele prédio, neste momento, permanecerá fechado, não sofrerá qualquer intervenção, nem será cedido a nenhum órgão, porque caso haja necessidade de internar mais pessoas, ele é um prédio pronto e em condições de receber máquinas e equipamentos para caso seja necessário internar as pessoas, principalmente os moradores da região sul do município”, continuou o prefeito. “Se a pandemia acabar, aí é outra história, mas neste momento nós não podemos dispor de um espaço tão importante para a saúde, que é este que está preparado.”