Caraguatatuba Rio-Santos

Prefeitura faz obras para reduzir congestionamentos na Rio-Santos na costa Norte

O trecho de serra da rodovia Rio-Santos, entre os bairros do Olaria e Jetuba, em Caraguá, registra enormes congestionamentos nos feriados prolongados e temporada de verão. Nesses períodos, trafegar pelo trecho de cerca de 3 quilômetros requer muita paciência. Gasta-se no mínimo uma hora para trafegar pelo local. A prefeitura de Caraguá busca alternativas para reduzir os congestionamento no local

Por Salim Burihan

Quem vive na região norte de Caraguá, veranistas e turistas convivem há muitos anos com os congestionamentos registrados no trecho de serra da Rio-Santos, entre os bairros do Olaria e Jetuba.

Nos feriados ou temporada de verão, os motoristas, que seguem em direção à região Norte ou às praias de Ubatuba, evitam circular pelo local entre 10 e 15 horas.

O congestionamento é impressionante. Gasta-se de uma a duas horas para trafegar por esse trecho da rodovia Rio-Santos, que tem cerca de 3 quilômetros. O trecho de volta, de Jetuba ao Olaria, não registra tanta morosidade no trânsito.

Muitos turistas e veranistas chegam a desistir da viagem em direção à Ubatuba ou as praias da região norte de Caraguá. O problema no local é bastante antigo.

Antigamente, a alegação era que a morosidade era provocada pelas lombadas que existiam na rodovia, no Capricórnio e na reta do Massaguaçu. As lombadas foram retiradas, mas o problema permaneceu.

Na temporada de verão deste ano, a Policia Rodoviária chegou a liberar o uso do acostamento para quem seguia em direção ao norte de Caraguá e o trânsito fluiu muito bem, mas nem sempre isso é possível.

Segundo a prefeitura, uso da marginal, a direita, deverá reduzir congestionamentos no trecho entre a serra do Jetuba e o Massaguaçu

A prefeitura de Caraguá tenta acabar com os congestionamentos no trecho. Primeiro, construiu uma ponte paralela a rodovia no bairro do Capricórnio, mas não aliviou muito.

Agora, a prefeitura está pavimentando uma marginal entre a descida da serra, no alto do Jetuba até o Capricórnio. A ideia é fazer com que os motoristas utilizem a marginal, que se prolonga até o bairro de Massaguaçu.

“Acreditamos que com essa alternativa iremos conseguir reduzir os congestionamentos na Rio-Santos, entre o Olaria e o Jetuba.  O fluxo de veículos deverá melhorar bem nos feriados e temporada de verão”, explicou o secretário de Obras. Segundo Borella, a pavimentação da marginal deverá ser concluída dentro de dois a três meses.

A Rio-Santos, no trecho entre Ubatuba e Caraguá, enfrenta muitos congestionamentos durante os feriados e temporada de verão. Os congestionamentos ocorrem ao longo de toda a rodovia, que tem cerca de 56 quilômetros, entre as duas cidades.

Trecho da Rio-Santos, na Praia Grande, em Ubatuba

Os pontos mais críticos são os trechos entre as praias Grande e Maranduba, em Ubatuba; e, entre os bairros do Olaria e Tabatinga, em Caraguá. As prefeituras das duas cidades há muitos anos cobram a duplicação da rodovia.

 

1 Comentário

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: