Litoral Norte Saúde e Bem Estar

Médica cria método inovador para aplicar anestesia em crianças

,
A médica Daniela Medeiros realiza um trabalho inédito no Litoral Norte de São Paulo. Formada há 20 anos, com especialização em dor e cuidados paliativos, adotou um método lúdico de aplicar anestesia em crianças.

Por Simone Rocha

Há 10 anos os pacientes da ala de cirurgia pediátrica dos hospitais das Clínicas de São Sebastião e Mário Covas, na Ilhabela recebem um atendimento diferenciado da doutora, que encanta os pais e as crianças com seu carinho e atenção especial.

Daniela conta que quando trabalhava no hospital público estadual Darci Vargas, em São Paulo, ainda recém-formada, se apaixonou pela anestesia pediátrica. Na época participava de vários congressos e em um deles teve acesso ao livro Fazedores de Sonhos.

“Foi amor à primeira leitura. Carrego ele comigo até hoje. ” O livro aborda de forma lúdica o que vai acontecer com a criança assim que ela entrar na ala cirúrgica. A médica adotou a publicação como um dos seus instrumentos de trabalho. “Toda vez que ia aplicar uma anestesia eu mostrava o livrinho para o paciente e eles já entravam na sala da cirurgia com ideia do que ia acontecer bem animados e sem medos “.

Ao folhear o livrinho as crianças descobrem como será o procedimento cirúrgico: “os médicos todas as noites sobem nos telhados, recolhem vários sonhos nas nuvens e colocam em saquinhos. No dia seguinte, ao chegar no trabalho eles transferem aqueles sonhos para as máquinas que existem nas salas de cirurgia”. A criança escolhe o sonho que quer e na sala da cirurgia será conectada a essa máquina especial. Simples assim!

Daniela dá uma “forcinha” aos sonhos. Antes de aplicar a anestesia ela pergunta para os pequenos que sonho eles querem e coloca em seu celular trechos do personagem escolhido. “A utilização de livros lúdicos explicativos sobre a cirurgia e de salas pré-cirúrgicas especiais já existem em alguns hospitais, mas a ideia de juntar o livro sobre a Máquina dos Sonhos e passar na sequencia o sonho escolhido no celular é minha”. E tem funcionado.

A doutora Daniela conta que costumava fazer uma medicação pré-anestésica, que é uma espécie de calmante e a criança chegava bem sonolenta para aplicação da anestesia. “ Com a utilização desse método de trabalho parei de aplicar esse calmante e o paciente entra na ala pré-cirúrgica animada e curiosa com a tal da máquina”.

Para aplicar anestesia em pacientes da ala infantil o procedimento é realizado por meio de uma máscara e uma espécie de canudo comprido, por onde passa o gás inalatório anestésico. Segundo o livro, a criança será conectada a Máquina dos Sonhos através dessa máscara. “Eles recebem a medicação de forma muito tranquila, sem medo de colocar a máscara, pois embarcam nessa brincadeira”, conta a doutora.

Médica Daniela Medeiros

A rotina de Daniela envolve cerca de 8 cirurgias semanais agendadas, fora as de emergência. Ela explica que atende principalmente casos de fimose, hérnias, adeno, adenoide e amígdalas, testículos, além das fraturas e cirurgias abdominais de emergências.

Questionada se já recebeu algum prêmio pelo trabalho desenvolvido, Daniela responde que nunca se inscreveu em nenhuma premiação. “A alegria das crianças é meu prêmio! O mundo precisa melhorar!