Litoral Norte Saúde

Atendimento em UBSs até 22 horas depende da demanda e repasse de recursos, garantem as prefeituras

Unidades Básicas de Saúde (UBSs) poderão atender até às 22 horas, conforme o Ministério da Saúde anunciou na semana passada. Hoje, a maioria das unidades funciona até às 17 horas. As prefeituras do Litoral Norte se manifestaram sobre a proposta(Leia texto abaixo).

A medida tem como objetivo facilitar o acompanhamento de saúde, principalmente de pessoas que trabalham fora.  Atualmente, alguns municípios já realizam essa forma de atendimento, por conta própria.

Agora, a ideia é repassar recursos extras para que o horário de atendimento seja ampliado. Neste ano, serão destinados R$ 150 milhões extras para secretarias interessadas em prorrogar o horário de funcionamento. No ano que vem, o valor será em torno de R$ 500 milhões adicionais.

Embora a oferta seja para todos os municípios, o presidente do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira, acredita que somente as cidades de médio e grande porte terão condições de se encaixar no programa. “A proposta prevê que, para ter o horário estendido, três equipes sejam vinculadas na unidade básica de saúde”, contou.

Junqueira avalia que municípios pequenos não terão como atender a essa exigência. Unidades básicas que tenham três equipes terão de trabalhar 60 horas por semana. Isso poderá ser feito com horários até 22 horas. Mas há também a possibilidade de abertura aos sábados. O programa prevê também um outro formato, com seis equipes. Nesse caso, cada posto terá de ofertar 75 horas semanais de atendimento. Cada equipe conta com médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, dentista, auxiliar de dentista e 6 agentes de saúde.

Para o Ministério da Saúde, a medida pode ajudar a melhorar sobretudo as coberturas vacinais consideradas em níveis perigosamente baixos por autoridades sanitárias. O posto aberto até mais tarde, avaliam, pode ajudar equipes a organizar esforços concentrados de vacinação.

“Hoje, quando uma mãe chega no posto já no fim do expediente, é comum o profissional recomendar que ele retorne outro dia”, conta Junqueira. Isso acontece porque cada frasco traz várias doses de vacina. O receio é abrir um frasco, atender uma criança e, depois, ter de jogar as demais doses fora – uma prática condenada pelos Tribunais de Contas.

Litoral Norte 

O Tamoios News procurou as prefeituras da região para saber como as administrações avaliam a proposta defendida pelo Ministério da Saúde de abertura de unidades de saúde até às 22 horas.  A Prefeitura de Ubatuba foi à única que não se pronunciou sobre o assunto.

A Prefeitura de Caraguatatuba esclarece que o atendimento de urgência e emergência funciona 24 horas na UPA Centro e no Pronto Atendimento do Massaguaçu. A cidade ganhará em julho outra unidade 24 horas, a UPA Sul. Com estes locais e a retaguarda do futuro Hospital Regional e a Casa de Saúde Stella Maris, que terá a ampliação de 54 leitos, a cidade estará bem atendida na urgência e emergência.

Sobre a possibilidade de abrir as Unidades Básicas de Saúde (atenção básica) até às 22h, o prefeito Aguilar Junior diz ser favorável desde que haja contrapartida do governo federal em repasses, uma vez que para isso ocorrer haverá necessidade de aumentar profissionais como enfermeiros, médicos, assistentes administrativos, entre outros. Ou seja, haverá aumento de custos para que tal medida seja implantada.

A Prefeitura de São Sebastião informa que o município tem quatro unidades com horários estendidos. Sendo nos bairros da Enseada – Costa Norte, e Topolandia – na região central, em funcionamento até às 21h.

 Além do Pronto Atendimento (PA) de Boiçucanga, na Costa Sul, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro, que ficam 24 horas com as portas abertas.

 O secretário municipal da Saúde, Wilmar Ribeiro do Prado entende ser necessário um aprofundamento na análise, e no diálogo, antes de qualquer definição.

 Segundo ele, é preciso reformular os turnos de trabalho, e considerar os profissionais celetistas, que só podem realizar 2 horas extras, além do horário normal de trabalho.

 É preciso avaliar ainda a demanda de cada região, e bairro, e entender ser de extrema importância, o continuar do trabalho do Governo Municipal em fortalecer o atendimento nas unidades já existentes.

A Prefeitura de Ilhabela informou que vê com bons olhos a ampliação dos horários, tanto que já iniciou essa medida em algumas Unidades Básicas de Saúde do município (Água Branca e Alto da Barra às segundas-feiras, Barra Velha às terças-feiras e Itaquanduba às segundas e quartas-feiras, das 17h às 20h). Mas, a ampliação de todas as unidades depende de estudo técnico e da demanda dos bairros.

A Prefeitura de Ubatuba não se manifestou sobre o assunto até o fechamento da matéria. O Tamoios News encaminhou mensagem solicitando um parecer da prefeitura sobre a questão, mas não obteve retorno.

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: