Sem Categoria

Águas-vivas da espécie “Caravela-Portuguesa” aparecem mortas em praia da costa sul de São Sebastião

Uma das caravelas encontradas na quinta na praia da Juréia, em São Sebastião

Águas- vivas da espécie conhecidas como  Caravela-portuguesa apareceram na manhã desta quinta(19), na praia da Juréia, na costa sul de São Sebastião.

A maioria delas estavam mortas, na areia da praias e foram recolhidas por guarda-vidas e frequentadores. Apesar de sua beleza, este tipo de água viva é muito perigosa.

Algumas delas foram recolhidas na praia da Juréia pelo guarda-vida Carlos Wirthman que trabalha diariamente na praia. Segundo ele, é comum no verão aparecerem águas vivas em algumas praias do Litoral Norte.

” Apareceu um monte pela manhã, já mortas. É normal aparecer por aqui. Em geral, elas surgem em tons de roxo, rosa ou azul, e é aí que mora o perigo. Uma bolha colorida no meio da praia pode facilmente chamar a atenção de crianças”, contou o guarda-vidas.

Segundo ele, onze caravelas foram recolhidas e enterradas para que fosse evitado qualquer tipo de lesão aos banhistas, principalmente, crianças, que são muito curiosas.

Por isso, o cuidado de retirar os animais da areia da praia. Segundo Carlos, no mar a “picada” deste tipo de água viva requer muito cuidado, pois a queimadura é dolorida.

A diferença de uma água viva para uma caravela é que a caravela pode ser identificada facilmente à distância por sua bolha azulada que fica por cima da água, enquanto as águas-vivas são transparentes e podem passar desapercebidas.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: