Ilhabela Semana de Vela

Medalhista olímpica no vôlei disputa semana de vela

A medalhista olímpica Ida, medalha de bronze nos jogos olímpicos de Atlanta (1996), será uma das tripulantes do barco Mussulo III, de 55 pés, do Team Angola Cables, na semana de vela de Ilhabela.

A equipe irá participar no sábado da prova de Alcatrazes, o mais indicado para percursos longo. Além da medalhista olímpica a tripulação contará ainda com José Guilherme Caldas como comandante, Leonardo Chicourel como Skipper e mais nove integrantes, incluindo o CEO da Angola Cables, António Nunes.

“O barco está preparado, com uma tripulação que conhece bem a embarcação. Esperamos encontrar ventos mais fortes nesse ano, já que na edição passada fomos muito prejudicados pela ausência deles”, conta José Guilherme.

Entre os dias 25 e 28, o team Angola Cables deixa o Mussulo III ancorado para competir nas provas da classe HPE com o Mussulo 25, um barco menor, de 25 pés, para quatro pessoas. Na tripulação estarão José Guilherme Caldas e o trio de baianos, Leonardo Chicourel, Rafael Martins e Beto Vita.

“O Mussulo 25 é um barco mais leve e dinâmico, mais indicado para competições HPE. É uma classe nova para nós, mas estamos nos preparando bem. Contratamos um treinador bem experiente para nos ajudar na preparação. Fizemos um treino de três dias velejando com ele e durante essa semana, véspera das competições, ainda estamos fazendo os últimos treinamentos para ajustes finais par as provas que disputaremos entre quarta e sábado”, completa Caldas.

Sobre a Angola Cables:

Angola Cables é uma multinacional angolana de telecomunicações, fundada em 2009, que opera no mercado de atacado, cujo negócio principal é a comercialização de capacidade em circuitos internacionais de voz e dados através de sistemas de cabos submarinos de fibra óptica. É um dos maiores acionistas do WACS (West África Cable System), que liga a África do Sul à Londres, fornecendo serviços de nível de operador a operadores em Angola e na região subsaariana, tornando-se assim um dos maiores fornecedores de IP na região.

Seus principais projetos – SACS e Monet – vão interligar três continentes: América do Sul, América do Norte e África, bem como o Data Center de Fortaleza, uma instalação de Nível III que irá interligar os seus sistemas de cabo criando uma rede altamente conectada. Hoje a empresa já opera um Data Center em Angola, o Anganop.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido!